Siga meu blog por e-mail!

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Refutação ao artigo "Nove trechos da Bíblia que fazem apologia à tortura"

Vou direto ao ponto, sem rodeios, refutando o texto situado no link abaixo:

http://www.paulopes.com.br/2015/01/nove-trechos-da-biblia-que-fazem-apologia-da-tortura.html#.V72bjVsrLIU

Enquete do Washington Post-ABC News mostrou que os norte-americanos mais religiosos opinaram que a “técnica avançada de interrogatório” (leia-se tortura) submetida aos suspeitos de terrorismo pela CIA foi justificável, tendo em vista que a segurança nacional corre risco.

Já os norte-americanos menos religiosos, ateus e agnósticos mostraram-se indignados com o tratamento desumano aos suspeitos. A enquete foi feita entre os dias 11 e 14 de dezembro de 2014, com margem de erro 3,5 pontos. Mil pessoas foram consultadas por telefone


Engraçado que a tal enquete parece inexistente no site do Whashington Post, além de eu não ter encontrado menção dela no google que não fosse em blogs como este...


https://www.washingtonpost.com/wp-stat/polls/postpollarchive.html

Fora o fato do mal caráter visível da tal "Pesquisa". A polarização gritante especificada aqui, onde religiosos necessariamente são a favor da tortura e os "menos religiosos" ou não religiosos são contra. Só isso já demonstra um alto grau de mal caratismo aqui, pra não dizer uma farsa, visto que entre os religiosos vc vai encontrar pessoas contra, a favor ou em uma posição intermediária em relação a torturas, e entre não religiosos também. Este artigo já começou mal antes mesmo de realmente começar..

A psicóloga Valerie Tarico, autora de livros sobre crenças religiosas, preferiu abordar outro ponto. 

Para ela, já era esperado que os norte-americanos mais religiosos aprovassem a tortura como método de interrogatório da CIA porque a Bíblia está repleta de justificativas para a violência, muitas ditadas pelo próprio Deus. 

Ela destacou nove trechos bíblicos que pregam a tortura e dor como castigo.


Ou seja, ela já tem a idéia pré-concebida de que este comportamento é esperado e é a partir daí que ela "argumenta". Isto mostra que ela não está baseada em fatos, e, sim, em seu preconceito pessoal. Só isso é alarmante aqui e diz muita coisa sobre o texto. Mas relaxe, eu vou comentar o texto todinho, mesmo assim. Vejamos o "artigo":


1 – Maldição de Eva

Já no começo da Bíblia, Deus amaldiçoa Eva por ela ter experimentado o fruto da Árvore do Conhecimento. O castigo de Deus foi a dor. 

Em Gênesis 3:16 Deus diz à mulher: “Multiplicarei grandemente a tua dor, e atua conceição; com dor darás à luz filhos; e o teu desejo será para o teu marido, e ele te dominará”.

João 16:21 tenta relativizar a dor do parto: “A mulher, quando está para dar à luz, sente tristeza, porque é chegada a sua hora; mas, depois de ter dado à luz a criança, já não se lembra da aflição, pelo prazer de haver nascido um homem no mundo”.



A dor como castigo é universal nas sociedades. Até mesmo as prisões são uma dor e sofrimento e quase ninguém questiona que prisões são importantes para isolar maus elementos da sociedade e impedir que eles cometam crimes contras as pessoas. Colocar dor como "mal" é generalizar, pois existem pessoas que apenas aprendem com a dor. Assim sendo, a dor do parto não é uma tortura, pois é uma dor em um momento específico, que passa e é seguida de júbilo (o texto de João não "relativiza" a dor, a dor ainda existe, logo ela não foi relativizada), pois o alívio da dor seguido da alegria do nascimento da criança compensam. Fora o fato que biologicamente não tem como a mãe não sentir dor: ou ela sente antes dor no parto normal, mas depois tudo passa, ou ela não sente dor na hora, através de cesária, mas depois sente dores PIORES do que as do parto normal. Ou seja, a solução humana é pior do que a natural, mostrando que, mesmo a concepção natural com dores é muito melhor e menos dolorosa do que qualquer solução humana. Assim sendo, mesmo esta "punição" é leve e não é tortura, saindo totalmente do escopo que a autora de forma mal caráter tenta colocar ela. Melhor sorte da próxima vez.

2 – Teste de lealdade

Deus impõe a Jó o sofrimento psicólogo em consequência de uma aposta que fez com Satanás. Sem que fosse avisado disso, Jó virou um joguete dos dois. Deus apostou que Jó lhe permaneceria fiel mesmo na mais cruel adversidade. Assim, a casa de Jó caiu, esmagando seus filhos. Ele se tornou mendigo e, coberto de furúnculos, foi rejeitado pelos seus vizinhos. Deus ganhou a aposta. Jó se manteve fiel e teve de volta seus filhos e riqueza. Por causa desse episódio, até hoje cristãos costumam entender que os sofrimentos são um “teste de fé”. O fato é que, à luz do direito da atualidade, Jó poderia processar Deus e Satanás por danos morais e materiais. 



Mais erros aqui. O episódio de Jó nunca foi uma aposta de Deus com o diabo. Havia uma lição a ser aprendida por Jó e Deus usou uma série de calamidades para lhe ensinar isto. Jó era justo, mas era arrogante e tinha uma vida com Deus superficial, tanto é que ele disse no final do livro que "antes ele conhecia a Deus só de ouvir falar, mas agora ele O via". Existem pessoas que só aprendem com a dor e ela se fez necessária aqui. Vc pode dizer mil vezes pro seu filho não colocar o dedo na tomada e ele vai insistir mil e uma vezes, dependendo do filho, e alguns precisarão levar um choque pra entender o perigo ou ver alguém levando o choque.

"Mas ele perdeu isso, seus filhos morreram, ele ficou doente". Pessoas perdem coisas, a morte chega para todos, cedo ou tarde, e acidentes acontecem. O que foi ruim no caso de Jó é que tudo veio de uma vez. É extremo? Eu concordo, qualquer ser humano com um pingo de bom senso vai considerar as perdas de Jó extremas comparado a outros seres humanos em vários momentos da história. E é isso que temos aqui, um momento extremo ESPECÍFICO com a vida de uma única família. Isso não pode ser usado como argumento para caracterizar Deus como um "torturador", "sádico", etc. Temos uma situação bem específica aqui, apenas não temos dados suficientes pra concluir as reais motivações de Deus aqui. O cristão racional vai entender que, apesar da situação absurda específica aqui, Deus não tem seu caráter ferido pois, na pior das hipóteses, é apenas uma situação única, e confiamos que Ele teve algum motivo muito justo para fazer isso. Dá pra ver isso sem um pingo de fé? Não, mas, pelo menos, sabemos que, mesmo na pior das hipóteses de que este exemplo tenha sido um erro, ele foi apenas um de trilhões ou mais exemplos. Apesar de não acreditarmos que houve erro aqui.

3 – Deus dá ordem para “limpeza étnica”

Em Números 31: 1-35, Deus determina aos hebreus que matassem os midianistas (descendentes de Abraão com Quetura), o que hoje seria uma “limpeza étnica”. Mas Deus abriu uma exceção: as virgens deveriam ser poupadas para que fossem usadas como escravas sexuais. 

Diz Números 31: 17-19: “Agora, pois, matai todo o homem entre as crianças, e matai toda a mulher que conheceu algum homem, deitando-se com ele. Porém, todas as meninas que não conheceram algum homem, deitando-se com ele, deixai-as viver para vós. E alojai-vos sete dias fora do arraial; qualquer que tiver matado alguma pessoa, e qualquer que tiver tocado algum morto, ao terceiro dia, e ao sétimo dia vos purificareis, a vós e a vossos cativos”.

Há aqui, primeiro, a tortura física, a matança (inclusive de crianças), e, segundo, o sofrimento psicológico e físico das mulheres que foram tomadas como escravas sexuais. 

Tarico observou que, embora não possa ser classificado como sadismo no sentido psicossexual clássico, esse episódio mostra a aprovação de Deus à aplicação em vítimas indefesas de sofrimento intenso e repetitivo, para obtenção de gratificação sexual ou ganho pessoal. 

Eu acho hilário como a distorção do texto é totalmente enrustida aqui. Em nenhum momento foi evidenciado, pra começo de história, que as moças virgens iriam ser usadas como escravas sexuais, isto aí foi algo que o autor(a) simplesmente tirou do fundo do baú apenas pra provar seu ponto. Pode procurar, não há nada no texto destacado que aborde isso. Isto mostra, mais uma vez, o mal caratismo do autor, que deliberadamente distorce o texto para realçar o seu ponto. Vamos lá, então:


Os filhos de Israel foram chamados à guerra contra os midianitas. A Bíblia menciona vingança. Se havia vingança, então algo havia sido feito ANTES pelos midianitas contra Israel antes que eles decidissem fazer isso.. E isto é explicado em Números 25:

E Israel deteve-se em Sitim e o povo começou a prostituir-se com as filhas dos moabitas.
Elas convidaram o povo aos sacrifícios dos seus deuses; e o povo comeu, e inclinou-se aos seus deuses.
Juntando-se, pois, Israel a Baal-peor, a ira do Senhor se acendeu contra Israel.
Disse o Senhor a Moisés: Toma todos os cabeças do povo, e enforca-os ao Senhor diante do sol, e o ardor da ira do Senhor se retirará de Israel.
Então Moisés disse aos juízes de Israel: Cada um mate os seus homens que se juntaram a Baal-peor.
E eis que veio um homem dos filhos de Israel, e trouxe a seus irmãos uma midianita, à vista de Moisés, e à vista de toda a congregação dos filhos de Israel, chorando eles diante da tenda da congregação.
Vendo isso Finéias, filho de Eleazar, o filho de Arão, sacerdote, se levantou do meio da congregação, e tomou uma lança na sua mão;
E foi após o homem israelita até à tenda, e os atravessou a ambos, ao homem israelita e à mulher, pelo ventre; então a praga cessou de sobre os filhos de Israel.
E os que morreram daquela praga foram vinte e quatro mil.
Números 25:1-9


Então o que tivemos aqui? As filhas dos moabitas incitaram sexualmente os filhos de Israel. Elas fizeram isso para fazê-los PECAR perante Deus não só na área sexual, como também promoveram sacrifícios aos seus deuses pagãos.

Achou isso besteira? Pois saiba que os tais sacrifícios que estes povos faziam eram, geralmente, sacrifícios de CRIANÇAS PEQUENOS no altar para seus deuses. Tal era os sacrifícios a Moloque e Baal, deuses pagãos dos cananeus. Fora a sujeira sexual que elas fizeram os hebreus caírem. Isso tudo foi para destruir a moral hebraica, fazer o povo de Deus ficar impuro, deixando-os completamente envergonhados perante o mundo, enfraquecendo-os de dentro para fora.

"Ah, mas eram MOABITAS! Porque os midianitas que dançaram na história??". Verdade, eram moabitas. Os moabitas, lá atrás, tentaram usar Balaão (lembra o profeta da jumenta? Pois bem, é ele) para amaldiçoar a Israel, mas ele não o fez. Entretanto, outras passagens mostram que Balaão se utilizou de outros meios e ESTE AQUI foi o meio dele: incitar Israel através da prostituição. Tanto é que na referência especificada antes, Balaão foi um dos mortos na guerra contra os midianitas. Fora o fato de que foi encontrada uma moça midianita no meio desta história, ou seja, os moabitas e os midianitas estavam juntos nesta história. Podemos concluir que os midianitas armaram com os moabitas através de Balaão para realizar estes atos contra Israel: já que não podia vencê-los militarmente, optaram por um método mais sujo: moralmente. E isto rendeu uma praga onde morreram milhares de HEBREUS que participaram da prostituição coletiva. Entendeu agora o motivo da guerra??

Falou mais o Senhor a Moisés, dizendo:
Afligireis os midianitas e os ferireis,
Porque eles vos afligiram a vós com os seus enganos com que vos enganaram no caso de Peor, e no caso de Cosbi, filha do príncipe dos midianitas, irmã deles, que foi morta no dia da praga no caso de Peor.
Números 25:16-18

Aqui conclui a narrativa. Nenhuma explicação é mais necessária. Caso queira saber mais, este texto explica esta ocasião melhor:

http://www.bible-facts.info/comentarios/vt/numeros/AeliminicaodosmidianitasCapitulo31.htm

Quanto às moças virgens terem sido poupadas, isto era justamente porque elas eram PURAS, logo não se envolveram na prostituição, já que elas não tinham conhecido varão. Logo, elas foram incorporadas ao povo como moças disponíveis para CASAR, e não como escravas sexuais. Ou vc preferia que elas, que não estavam envolvidas nos atos pecaminosos, merecessem morrer também??

E Moisés disse-lhes: Deixastes viver todas as mulheres?
Eis que estas foram as que, por conselho de Balaão, deram ocasião aos filhos de Israel de transgredir contra o Senhor no caso de Peor; por isso houve aquela praga entre a congregação do Senhor.
Agora, pois, matai todo o homem entre as crianças, e matai toda a mulher que conheceu algum homem, deitando-se com ele.
Porém, todas as meninas que não conheceram algum homem, deitando-se com ele, deixai-as viver para vós.
Números 31:15-18


O texto explica tudo. As moças que não eram virgens que foram mortas foram as que, aconselhadas pro Balaão, promoveram aquela prostituição generalizada que quase acabou com Israel. As crianças homens morreram porque eles não iriam aceitar de bom grado serem conquistados por Israel e iriam crescer e trair Israel, por isso crianças homens eram mortas. As mulheres foram incorporadas ao povo, nas regras das servas estrangeiras. Mais detalhes aqui:

https://bibleapologetics.wordpress.com/slavery-in-the-bible-25/ (texto excelente mostrando que não havia nenhuma escravidão forçada em Israel mesmo naquela época)

Em suma, foi um ataque escuso dos midianitas através dos moabitas, e eles foram punidos pelo que fizeram. Nada de limpeza racial aqui. Melhor sorte da próxima vez.

4 – Demonstração de força

No empenho de Moisés para libertar o seu povo da escravidão, no Egito, Deus demonstra a sua vocação para torturador, além de vingativo. 

Mesmo depois de o Faraó prometer libertar os israelitas, Deus decide castigar a população egípcia, sem poupar crianças e mulheres. 

Diz Êxodo 7: 3-5: “Eu, porém, endurecerei o coração de Faraó, e multiplicarei na terra do Egito os meus sinais e as minhas maravilhas. Faraó, pois, não vos ouvirá; e eu porei minha mão sobre o Egito, e tirarei meus exércitos, meu povo, os filhos de Israel, da terra do Egito, com grandes juízos. Então os egípcios saberão que eu sou o Senhor, quando estender a minha mão sobre o Egito, e tirar os filhos de Israel do meio deles”.

O que se segue é um conjunto de perversidade contra os egípcios que preenche páginas da Bíblia. 

As dez pragas que castigaram toda a população são: a água potável se transformou em sangue, rãs e sapos se espalharam por toda a região, piolhos atacaram homens e animais, o mesmo fizeram moscas, uma peste matou milhares de animais, homens e animais foram cobertos de pústulas, chuvas de granizo destruíram plantações, uma nuvem de gafanhoto atacou as plantações, uma tempestade de areia encobriu o sol por três dias, e os primogênitos de homens e de animais foram mortos. 

Foi uma demonstração de força de Deus, porque, já que é tão poderoso, ele poderia ter providenciado uma solução benevolente para a libertação dos israelitas, sem impor aos egípcios tanto sofrimento. 

Tarico escreveu que a perversidade divina teve o requinte de matar crianças para causar maior angústia aos seus pais. 



Sim, foi uma demonstração de força, mas foi contra um faraó que se achava O PRÓPRIO DEUS e humilhava e escravizava Israel em prol disso. Ele tinha que ser humilhado SIM.

Agora, quando a bíblia fala em endurecer o coração do faraó, não quer dizer que Deus manipulou faraó para que ele fosse teimoso: faraó já era teimoso e de coração endurecido! Deus apenas forçou mais aquilo que ele já era! Ou vc acha que um sujeito que humilhava uma nação a trabalhos forçadas SEM SALÁRIO iria simplesmente deixar eles saírem só porque Moisés pediu com jeitinho??

A prova disso é que ele voltava atrás nas várias vezes em que ele PROMETIA que iria deixar eles irem:

Prometeu:
E Faraó chamou a Moisés e a Arão, e disse: Rogai ao Senhor que tire as rãs de mim e do meu povo; depois deixarei ir o povo, para que sacrifiquem ao Senhor.
Êxodo 8:8


Não cumpriu:
Vendo, pois, Faraó que havia descanso, endureceu o seu coração, e não os ouviu, como o Senhor tinha dito.
Êxodo 8:15


Prometeu:
Então chamou Faraó a Moisés e a Arão, e disse: Ide, e sacrificai ao vosso Deus nesta terra.
E Moisés disse: Não convém que façamos assim, porque sacrificaríamos ao Senhor nosso Deus a abominação dos egípcios; eis que se sacrificássemos a abominação dos egípcios perante os seus olhos, não nos apedrejariam eles?
Deixa-nos ir caminho de três dias ao deserto, para que sacrifiquemos ao Senhor nosso Deus, como ele nos disser.
Então disse Faraó: Deixar-vos-ei ir, para que sacrifiqueis ao Senhor vosso Deus no deserto; somente que, indo, não vades longe; orai também por mim.
Êxodo 8:25-28


Não cumpriu:
Mas endureceu Faraó ainda esta vez seu coração, e não deixou ir o povo.
Êxodo 8:32

Prometeu (ele ainda admitiu que PECOU):
Então Faraó mandou chamar a Moisés e a Arão, e disse-lhes: Esta vez pequei; o Senhor é justo, mas eu e o meu povo ímpios.
Orai ao Senhor (pois que basta) para que não haja mais trovões de Deus nem saraiva; e eu vos deixarei ir, e não ficareis mais aqui.
Êxodo 9:27,28


Não cumpriu:
Vendo Faraó que cessou a chuva, e a saraiva, e os trovões, pecou ainda mais; e endureceu o seu coração, ele e os seus servos.
Assim o coração de Faraó se endureceu, e não deixou ir os filhos de Israel, como o Senhor tinha dito por Moisés.
Êxodo 9:34,35

Preciso de mais exemplos? Repare que quando Deus endurecia, era especificado quando Ele fazia isso. Por exemplo, aqui:

Porém o Senhor endureceu o coração de Faraó, e não os ouviu, como o Senhor tinha dito a Moisés.
Êxodo 9:12

Na maioria das vezes, entretanto, o próprio faraó que era teimoso. Não preciso dizer mais nada.

5 - Tortura como lei

A psicóloga Valerie Tarico argumentou que, quando o povo israelita constituiu seu próprio governo, a violência foi oficializada como método de correção e dissuasão. 

Um homem poderia espancar seu escravo ou escrava, desde que o infeliz sobrevivesse a dois dias.

Diz Êxodo 21: 20-21: “Se alguém ferir a seu servo, ou a sua serva, com pau, e morrer debaixo da sua mão, certamente será castigado; Porém se sobreviver por um ou dois dias, não será castigado, porque é dinheiro seu”.

O Deus de Israel condenou os adúlteros à morte lenta por apedrejamento e em público:

Diz Deuteronômio 17: 5-7: “Então tirarás o homem ou a mulher que fez este malefício, às tuas portas, e apedrejarás o tal homem ou mulher, até que morra. Por boca de duas testemunhas, ou três testemunhas, será morto o que houver de morrer; por boca de uma só testemunha não morrerá. As mãos das testemunhas serão primeiro contra ele, para matá-lo; e depois as mãos de todo o povo; assim tirarás o mal do meio de ti”.

Em Provérbios há em três capítulos a recomendação para que os pais deem surra em seus filhos como método de educação. 

Por exemplo: Provérbios 19:18 diz: “Castiga o teu filho enquanto há esperança, mas não deixes que o teu ânimo se exalte até o matar.”

Quando o texto não poderia ser mais ridículo, eis que ele chega ao cúmulo de misturar tudo em prol de sua ideologia... Mas vamos lá:

Primeiro, ele cita Êxodo 21: 20-21, pegando um versículo isolado fora de seu contexto e criando um espantalho do que Deus verdadeiramente disse.. primeiro que não há menção aqui de castigo corporal, só fala acerca da situação aonde o senhor vier a ferir o seu servo, mas não menciona que ele tem o direito de fazer isso. Segundo que não só ele não pode ser morto, como também ele não pode ter nenhum dano permanente, ou seja, deverá sobreviver INTACTO. Conforme diz abaixo:

Mas se houver morte, então darás vida por vida,
Olho por olho, dente por dente, mão por mão, pé por pé,
Queimadura por queimadura, ferida por ferida, golpe por golpe.
E quando alguém ferir o olho do seu servo, ou o olho da sua serva, e o danificar, o deixará ir livre pelo seu olho.
E se tirar o dente do seu servo, ou o dente da sua serva, o deixará ir livre pelo seu dente.
Êxodo 21:23-27

Ou seja, bastava o servo perder UM DENTE por causa de uma agressão que ele podia ser totalmente livre. Vale salientar que estas regras eram pro servo estrangeiro, nenhum servo hebreu passava por isso. Além disso, o trabalho não era forçado: o servo tinha muitos privilégios, era parte da família e podia até casar com a filha do seu senhor. Este link explica tudo bem melhor:

https://bibleapologetics.wordpress.com/slavery-in-the-bible-25/

Enfim, resolvida esta primeira parte.

Segundo, ele fala do apedrejamento. Ora, esta era uma lei puramente hebraica, não se aplicava a qualquer povo estrangeiro, nem era como a sharia islâmica, que deve ser expandida para o mundo. A lei era dos hebreus e somente para os hebreus. E era rígida, SIM, mas teve um prazo de validade que terminou em Jesus. Lembre-se que estamos lidando com povos tribais, primitivos, logo a legislação não era moderna como a atual, os outros povos vizinhos eram extremamente mais impiedosos comparados ao povo de Israel, fora o fato de suas práticas pagãs envolverem até sacrifícios de crianças no altar, coisa que Deus sempre abominou. Ou seja, pro contexto da época, Israel era um oásis.


Mas, sim, era uma punição severa, mas pra um crime severo. Adultério é um crime, destrói famílias e é como um câncer que contagiava os outros se não fosse dado o exemplo negativo dele. Por isso havia morte rígida pra quem o cometesse. Vale salientar que a morte era pro adúltero e pra adúltera, ou seja, os dois "pombinhos" que cometeram o ato, o que mostra como os judeus, na época de Jesus, eram hipócritas ao levar só a mulher adúltera pra Jesus, não é mesmo?

Enfim, vamos para o terceiro ponto: provérbios fala sobre um conselho de disciplinar filhos com agressão física. Ora, sejamos francos: tem criança que NÃO OUVE de jeito nenhum os pais se eles não apelarem pra castigo corporal. Você dá o castigo, você manda ele não fazer, dá o exemplo correto, e eles continuam errando e ainda desafiam os pais. Quem não é pai não pode entender o quão difícil é educar uma criança. A violência, neste caso, é aceitável, desde que seja apenas o suficiente para que a criança perceba que errou e aprenda com a dor a evitar fazer aquilo de novo. Vale salientar que a punição corporal a filhos NUNCA deve envolver violência excessiva, muito menos a morte, como o texto evidencia. Ou seja, mais uma vez, está desprovada a tal "tortura" aqui.

6 – Tortura como instrumento de vingança

A Bíblia tem várias passagens dá respaldo à vingança por intermédio da violência. 

Talvez a passagem mais bizarra seja a do profeta Eliseu que não gostou de ser chamado de calvo por alguns jovens e providenciou que duas ursas os destroçassem.

Diz Êxodo 2 Reis 2:23-24: “Então subiu dali a Betel; e, subindo ele pelo caminho, uns meninos saíram da cidade, e zombavam dele, e diziam-lhe: Sobe, calvo; sobe, calvo! E, virando-se ele para trás, os viu, e os amaldiçoou no nome do Senhor; então duas ursas saíram do bosque, e despedaçaram quarenta e dois daqueles meninos”.

Desde então não se tem notícia de alguém que tenha ficado tão enfurecido por ser chamado de calvo.

Deus recomenda a vingança mesmo contra animais irracionais, que não têm alma. Não há compaixão, porque, chifrar alguém, um boi tem de ser morto com dor e lentamente.

Diz Êxodo 21:28: “E se algum boi escornear homem ou mulher, que morra, o boi será apedrejado certamente, e a sua carne não se comerá; mas o dono do boi será absolvido”.



O caso de Eliseu é bem simples: ele não foi defendido por Deus meramente por ter sido chamado de calvo. Tal interpretação é de uma idiotice sem tamanho. Primeiro, temos um grupo de  de mais de 40 rapazinhos (JOVENS, não eram crianças) PERSEGUINDO ELE fora da cidade. O profeta estava numa estrada fora da cidade, eles não tinham nem que estar ali, mas não só eles chegaram zombando do profeta, como eles saíram da cidade zombando dele pelas suas costas em uma MULTIDÃO de jovens. Eu não sei vocês, mas se um grupo estivesse me hostilizando pelas minhas costas, eu teria medo pela minha VIDA. Muito menos "menores" hoje em dia tocam terror nas pessoas, roubando e matando, não é verdade? O que esta multidão pretendia fazer com Eliseu não era meramente chamar ele de apelidos.. Eles com certeza o estavam seguindo pra linchá-lo e provavelmente matá-lo longe da cidade, onde não houvessem testemunhas...

Duvida do que eu disse? Leia a passagem:

“Então subiu dali a Betel; e, subindo ele pelo caminho [veja, ele estava na ESTRADA], uns meninos saíram da cidade [jovens homens saíram da cidade, ou seja, foram ao encalço dele], e zombavam dele, e diziam-lhe: Sobe, calvo; sobe, calvo! E, virando-se ele para trás [eles o estavam seguindo pelas costas], os viu, e os amaldiçoou no nome do Senhor; então duas ursas saíram do bosque, e despedaçaram quarenta e dois daqueles meninos ["42 daqueles" significa que eram MAIS do que 42 jovens garotos. Eu não consigo pensar no que teria acontecido com o profeta se estas ursas não tivessem vindo]”.

Ainda acha que foi só por causa de que ele foi chamado de calvo?


Quanto ao exemplo do animal, nem preciso comentar. É um exemplo ridículo.

7 – Ameaça de tortura como intimidação

Aparecem com frequência na Bíblia advertências de que o castigo será terrível àqueles que não se arrependerem de seus pecados ou que não se converterem.

Uma delas feita por Jesus se refere a mutilações. 

Diz Mateus 18:8-9: “Portanto, se a tua mão ou o teu pé te escandalizar, corta-o, e atira-o para longe de ti; melhor te é entrar na vida coxo, ou aleijado, do que, tendo duas mãos ou dois pés, seres lançado no fogo eterno. E, se o teu olho te escandalizar, arranca-o, e atira-o para longe de ti; melhor te é entrar na vida com um só olho, do que, tendo dois olhos, seres lançado no fogo do inferno”.

Mais uma vez, distorções. Jesus disse que era melhor a pessoa perder algo nesta vida, mas se salvar, do que tentar conservar tudo e depois, por isso, se dar mal. A lição aqui é que, às vezes temos que abrir mão de coisas que nos fazem errar (coisas que normalmente NÃO SÃO ERRADAS, assim como não é errado ter olhos ou membros do corpo) em prol do longo prazo, no caso, a vida eterna. Por exemplo, jogar futebol NÃO É ERRADO, mas se Fulano é viciado em futebol, a ponto de perder seus compromissos e de fazer coisas erradas por causa do futebol, é melhor pra ele cortar este "membro" importante de sua vida e ficar correto do que continuar insistindo nisso e se perder e prejudicar os outros. ESTE É O SENTIDO DESTA REFERÊNCIA, NADA MAIS!


8 – Sacrifício humano

A psicóloga Tarico escreveu que o sacrifício de pessoas para obter favores de deuses é certamente tão antigo quanto a humanidade, mas foi na construção do cristianismo que esse tipo de tortura alcançou seu estado de arte, por assim dizer. O Deus hebraico permitiu (ou engendrou) que seu próprio filho, um imaculado, fosse crucificado para supostamente salvar os pecadores. 

E a dor e o sofrimento se tornaram características definidoras da narrativa ortodoxa da salvação cristã. A ponto de a Madre Teresa ter dito a um paciente terminal para aceitar a terrível dor que sentia como “o beijo de Jesus”. Nem Satanás seria tão perverso.

Jesus é o próprio Deus, logo Deus simplesmente sacrificou A SI MESMO para que nenhum de nós morrêssemos em nossos pecados. E disso vc conclui que Deus é torturador? Não preciso explicar o quão ridículo foi este ponto. Não preciso falar mais nada.


9 - Tortura eterna

Aplicar a tortura em uma só momento ou mesmo em vários deles é insuficiente para o Deus bíblico, que manda os pecadores irremediáveis e ímpios para o fogo eterno, o inferno. 

A psicóloga Valerie observou que se trata da mais intensa e prolongada tortura já concebida pela mente doentia de um deus (leia-se também escritores das escrituras sagradas). 

De acordo com Lucas 16:22-24, o rico também tem lugar reservado no inferno, o que revela a ideologia do ressentimento dos cristãos, conforme Nietzsche muito delineou. 

Diz Lucas 16:22-24: “E aconteceu que o mendigo morreu, e foi levado pelos anjos para o seio de Abraão; e morreu também o rico, e foi sepultado. E no inferno, ergueu os olhos, estando em tormentos, e viu ao longe Abraão, e Lázaro no seu seio. E, clamando, disse: Pai Abraão, tem misericórdia de mim, e manda a Lázaro, que molhe na água a ponta do seu dedo e me refresque a língua, porque estou atormentado nesta chama”.

Jesus falou em mais de uma ocasião em “fogo eterno”, de acordo com a Bíblia.

Diz Marcos 9:47-49: “E, se o teu olho te escandalizar, lança-o fora; melhor é para ti entrares no reino de Deus com um só olho do que, tendo dois olhos, seres lançado no fogo do inferno, Onde o seu bicho não morre, e o fogo nunca se apaga. Porque cada um será salgado com fogo, e cada sacrifício será salgado com sal”.

Outra referência ao inferno feita por Jesus aparece em Mateus 25:41: “Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos…”.


Quanta mentira junta. Primeiro que o inferno não está destinado aos ricos, Jesus disse que era difícil pros ricos entrar no Reino dos Céus, mas não que era impossível. E quando ele menciona "ricos", ele fala de pessoas avarentas que amam as riquezas acima de todas as outras coisas. E sabemos que muitos ricos não são assim, certo? Então não há nada a temer aqui..


Segundo que a parte de "cortar a mão", eu já expliquei acima.

Terceiro que a referência de Mateus 25:41 deixa claro algo que este autor propositalmente (ou de forma burra) omitiu: o inferno NÃO FOI CRIADO PARA OS HOMENS: "para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos…" Ou seja, em algum momento, os homens passaram a também integrar o rol do inferno. Será porque os homens são tão moralmente perversos que passaram a merecer uma punição que antes era reservada APENAS para o diabo e seus demônios?? Curioso, né?

Por último, o autor, como um anti-religioso de carteirinha, entra em clássica contradição: ele reclama do inferno, mas com certeza deve reclamar também do problema da existência do mal, que Deus supostamente não faria nada a respeito. Mas o inferno é justamente esta resposta e ele reclama disso também. Logo, nada deixará vocês satisfeitos e eu deduzo que só uma coisa deixaria: que vc fosse deixado em paz fazendo tudo o que quiser sem dar satisfação a ninguém por isso e nunca sendo punido por nada. Porque é o que está nas entrelinhas de quem defende a perversidade do homem. Pode haver um ou dois gatos pingados que não se enquadram neste estereótipo, mas já vi muitos casos que se enquadram sim. Enfim, é uma contradição.

Ah, e vocês tem esta liberdade SIM. Só não podem fugir das consequências do mal uso desta liberdade depois.

E, no entanto, líderes religiosos só lembram de pregar que Jesus defendia o "amor ao próximo". Mas o filho de Deus (tenha ele sido real ou não) não foi tão bonzinho como se afirma hoje. Na atualidade, ele poderia ser acusado de cometer crime contra a humanidade.

Não, ele não pode ser acusado de crimes contra a humanidade. Quem cometeu crimes contra a humanidade foram os muçulmanos com sua ideologia de guerra e morte, os nazistas, os COMUNISTAS e sua ideologia anti religiosa e de morte, e os defensores de "direitos humanos", que poupam o lobo e sacrificam a ovelha, ao poupar criminosos HEDIONDOS com a desculpa de que os mesmos foram "vítimas da sociedade", consequentemente não seriam criminosos. Jesus incomoda justamente porque Ele se opõe a todo este sistema perverso. E é por isso que Ele é tão odiado por vocês e é por isso que vcs odeiam o cristianismo. Simples assim.

Pronto, texto refutado. Obrigado por ler e se você é um dos que acreditam no texto que eu refutei, reveja seus conceitos e tome as críticas aqui como construtivas. Paz do Senhor.

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Nossa ditadura brasileira - um pequeno esboço de facebook

Escrevi este post no meu facebook e estou colocando ele aqui como medida de segurança, caso ele seja apagado lá:

==========================================================

O nível de alienação do brasileiro (por um bom tempo, eu tb estava nessa alienação) é impressionante! Temos um Estado que tem impostos para tudo:

(sim, eu pesquisei pra dar estas informações q eu tb não sabia. Obrigado, de nada)

1) Se vc tem carro, IPVA e seguro obrigatório DPVAT TODO ANO;
2) Se vc faz operações financeiras com imóveis (se não me engano), IOF;
3) Se vc vende produtos, ICMS (deve ter outros, não lembro quais);
4) Se vc produz produtos industrializados, IPI;
5) Se vc tem empresa privada, Cofins;
6) Se vc exporta produtos acima de 50 dólares, imposto da alfândega;
7) E, o PIOR DE TODOS, se vc ganha salário acima de determinada quantia, IMPOSTO DE RENDA (quer imposto mais ridículo do que este??

Fora outros impostos mais específicos que eu não conheço. Fora o fato do governo DILMA querer empurrar goela abaixo a CPMF (Contribuição PROVISÓRIA sobre Movimentações Financeiras), que irá PIORAR TUDO. Imagine vc ter uma empresa. Vc paga a maioria destes impostos e acaba tendo que repassar estes custos ao CONSUMIDOR, resultando em PREÇOS MAIS CAROS e INFLAÇÃO. Lembra do feriado de Tiradentes? E da expressão "quinto dos infernos"? "Quinto" era um imposto de 20% que a população pagava pra realeza e, hoje, em plena democracia, PAGAMOS MUITOS MAIS DO QUE 20% ao governo "realeza", com deputados pomposos, ganhando mais do que a maioria da população, todos luxuosos, com cota parlamentar que paga a maioria de seus gastos, e com seguranças armados protegendo eles por todos os lados, enquanto NÓS, POPULAÇÃO "INÚTIL", temos que pagar nossas contas e orar a Deus pela nossa segurança em um mundo cada dia mais INSEGURO.

Com tudo isso, vc ainda defende um governo populista destes? "Ah, mas ele está fazendo o programa social X, ajudando alguns pobres", etc. SIM, até que está, mas o dinheiro vem de todos estes impostos, fora o que é desviado para a corrupção e fora o que é usado para sustentar luxos da "realeza dos deputados e senadores"!!! Querer mais presença do Estado através destes programas só faz ele nos taxar mais, não existe "ALMOÇO GRÁTIS"!! E ironicamente prejudica até os supostos beneficiados também, que compram tudo mais caro...

Some-se a isso o fato do governo ficar intervindo na economia, baixando projetos de lei que dizem O QUE O CIDADÃO BRASILEIRO TEM QUE FAZER EM SUA VIDA PRIVADA, como que os pais não podem dar "palmadas" em seus filhos, no Sul, saleiros não podem ser usados pelos restaurantes por causa que o "sal é malvadão e prejudicial ao organismo", as pessoas devem ser PRESAS por terem opinião contrária a determinado "grupo social" contrariando a LIBERDADE DE EXPRESSÃO, pessoas podem ser presas por não pagarem estes impostos abusivos que não voltam para nós e por aí vai.. Pessoas são eleitas, muitas vezes, com minoria de votos (Como o Jean Willys, em 2010, com míseros 13 mil votos), graças ao INJUSTO quociente eleitoral, que faz um candidato com poucos votos ganhar só porque outro aliado do mesmo partido teve MUITOS votos e vc ainda acha que vivemos em uma DEMOCRACIA? Vc ainda acha que o povo é ouvido e tem vez aqui? Não, não tem. aqui vivemos, SIM, em uma ditadura camuflada, aos poucos ficando cada vez pior.

Conseguimos circular livremente nas ruas? NÃO! Cada pessoa estranha que passa, cada motociclista que passa alimenta o medo das pessoas de serem assaltadas, sequestradas ou de até perderem a VIDA! E pode ser em qualquer lugar: farmácias, postos de gasolina, no meio da rua, no trânsito, na parada de ônibus, dentro do ônibus, dentro de seu trabalho e até DENTRO DE SUA CASA!!! E aí, temos liberdade de circulação? NÃO, não temos.. E ainda tem gente querendo dizer que no regime militar que éramos presos assim, to começando a acreditar que as pessoas eram mais livres nesta época do que agora.. Ah, sei lá, só sei de UMA COISA: NÃO VIVEMOS em uma democracia e NÃO VIVEMOS em um país livre! Acordem, o Brasil está sendo condenado! Vcs precisam combater este Estado antes que seja tarde.

Ass. Walter

OBS: tirarei print de segurança deste post, se algum engraçadinho resolver me censurar (estou falando de vc, facebook)

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Refutando um calvinista I - a saga

Pra ficar mais intuitivo, usarei meu blog apologeta como espaço pra transcrever refutações a calvinistas que eu vier a fazer.

Pra começar, refutação ao artigo do link abaixo:

http://verdadequeliberta-jeferson.blogspot.com.br/2011/12/refutacao-provas-biblicas-contra.html

Sem mais delongas, a refutação:

==========================
Legenda:
Negrito: posts dele
Azul: posts de quem ele pensa estar refutando
Roxo: citações externas dentro de minhas citações
Branco: minhas respostas
==========================

Desculpe aí, mas sua argumentação não foi lá estas coisas.. Vc não comprovou calvinismo coisa nenhuma. Apesar do arminiano ter se atrapalhado, vc não o refutou por completo e, inclusive, cometeu erros dos quais vc acusou ele de cometer (irei mostrar quando for o caso).

==========================
"Provas Bíblicas Contra a Predestinação Calvinista

Dentre as múltiplas citações escriturísticas, que contradizem o ensino satânico de Deus haver predestinado pessoas para a perdição, as 10 seguintes devem ser destacadas, por sua objetividade e clareza ímpar:

1ª) 1 Tim. 2:4 – "O qual deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade." O relato de Paulo aqui não admite divagações. Sua declaração nos leva a afirmar: ninguém foi designado para a perdição."

==========================

==========================
Verdade? Então por que Deus diz haver criado todas as coisas com um proposito, até o ímpio para o dia do mal (Pv 16:4), mas sei que já estão “vacinados” contra esse versículo de provérbios (vacina do diabo, pois vacina as pessoas contra as Escrituras), por isso vou colocar outro versículo em apoio:

“e: Como uma pedra de tropeço e rocha de escândalo; porque tropeçam na palavra, sendo desobedientes; para o que também foram destinados.” I Pedro 2:8
==========================

Repare que o autor aqui sequer refutou o argumento, apenas colocou outro versículo para contra-atacar. Este versículo é o "Calcanhar de Aquiles" de qualquer calvinista, eu nunca vi nenhum calvinista responder adequadamente a este versículo. Inventam malabarismos, dão cambalhotas, mas não respondem a ele. Vc NÃO respondeu, só colocou versículos aparentemente contradizentes na sua tentativa de refutar ele..

Ah, em relação a Pv 16:4 é forçação dizer que se refere a réprobos, hein? Veja os versículos anteriores a ele:

"Do homem são as preparações do coração, mas do SENHOR a resposta da língua.
Todos os caminhos do homem são puros aos seus olhos, mas o Senhor pesa o espírito.
Confia ao Senhor as tuas obras, e teus pensamentos serão estabelecidos.
O Senhor fez todas as coisas para atender aos seus próprios desígnios, até o ímpio para o dia do mal."
Provérbios 16:1-4


Ele começa o capítulo dizendo que do homem vem as preparações do coração (opa, capacidades humanas). A Bíblia diz que Deus fez todos os homens, inclusive o ímpio. Não há nada de errado com isso, pois sabemos que Deus criou todos os seres vivos. Mas o versículo menciona apenas que Ele criou todos, INCLUSIVE o ímpio, mas NÃO DIZ que o criou COMO ÍMPIO. Diz só que criou o indivíduo que é ímpio (ou, pelo contexto bíblico, que optou por ser ímpio). "para o dia do mal" é um complemento para o fato de que o ímpio, sendo ímpio, está destinado ao dia do mal. Só isso. Aqui não fala de predestinação nenhuma, apenas que Deus criou TODOS OS HOMENS, e isto inclui o homem que se tornou ímpio e, consequentemente, caminha para o dia do mal. Ver diferente disso é forçação de interpretação no versículo.


Em relação a I Pedro 2:8, esta tradução parece, de fato, uma alusão à predestinação calvinista. Entretanto, como evidenciado na sua própria refutação, outras referências falam o contrário, e você não pôde rebatê-las (como 1 Tm. 2:4, citado no início). Então, qual é a verdade? Eu chequei na internet e vi que esta referência tem algumas variações de tradução:


I- New International Version: http://biblehub.com/niv/1_peter/2.htm

“A stone that causes people to stumble  and a rock that makes them fall.  They stumble because they disobey the message—which is also what they were destined for."


"Uma pedra que causa o tropeço das pessoas e uma pedra que as faz cair. Eles caem porque desobedecem à mensagem - para o qual eles estavam destinados" 

II- New Living Translation: http://biblehub.com/nlt/1_peter/2.htm

“He is the stone that makes people stumble,  the rock that makes them fall.  They stumble because they do not obey God’s word, and so they meet the fate that was planned for them."

"Uma pedra que causa o tropeço das pessoas e uma pedra que as faz cair. Eles caem porque não obedecem à palavra de Deus, CONSEQUENTEMENTE eles encontram o destino que foi planejado para eles."

 Ora ora, que interessante. Ação e consequência. Repare que o destino ruim foi planejado para eles POR CAUSA DO SEU TROPEÇO, e não antes dele. Ou então o destino foi planejado a eles caso tropeçassem e eles tropeçaram. Eles não tropeçariam se obedecessem a Deus (ou seja, não é a pedra em si que os fazem tropeçar e, sim, a DESOBEDIÊNCIA DELES. Mas então o calvinista possivelmente diria "mas a desobediência deles foi determinada por Deus no início, por isso ele tropeçou. Isto carece de ser comprovado, pois não tem base bíblica. Por exemplo, a Bíblia cita DOIS CASOS aonde Deus CLARAMENTE nega estar envolvido no erros dos israelitas:

"E edificaram os altos de Baal, que estão no Vale do Filho de Hinom, para fazerem passar seus filhos e suas filhas pelo fogo a Moloque; o que nunca lhes ordenei, nem veio ao meu coração, que fizessem tal abominação, para fazerem pecar a Judá." Jeremias 32:35

 E

"E edificaram os altos de Tofete, que está no Vale do Filho de Hinom, para queimarem no fogo a seus filhos e a suas filhas, o que nunca ordenei, nem me subiu ao coração." Jeremias 7:31

Repare a CLAREZA com que Deus AFIRMA: "Eu NUNCA olhes ordenei isso" e "nem veio isso ao MEU coração que fizessem isso". Ou seja, não só Deus não explicitamente mandou eles fazerem isso, como Ele sequer PENSOU na possibilidade disso, tal é o absurdo do pecado para Deus. E aí, vai negar isso?

Em face ao contexto da bíblia amplamente contrário a Deus decretar pecados de homem, logo a interpretação mais adequada de 1 Pedro 2:8 é que a destinação dos homens que tropeçam na "pedra de tropeço" é que eles só são destinados a isso EM CONSEQUÊNCIA a desobedecerem a Deus. E isso foi estabelecido que é feito pelo HOMEM e NÃO é determinado por Deus.

==========================

2º) II Ped. 3:9 – ". . . não querendo que nenhum pereça, senão que todos cheguem ao arrependimento."

É impossível, harmonizar – Deus não deseja que alguém se perca, com a ideia de Ele escolher pessoas para serem destruídas.

==========================


==========================
Talvez o autor desse estudo não goste muito de ler a bíblia e por isso ache mais fácil distorce-La, pois ao ler o contexto do livro de II Pedro pode-se perceber que essa carta do apostolo de forma alguma fala o que o autor do estudo pretende dizer, pra começar vejamos pra quem é esta carta:

1 Simão Pedro, servo e apóstolo de Jesus Cristo, aos que conosco alcançaram fé igualmente preciosa na justiça do nosso Deus e Salvador Jesus Cristo:
2 Graça e paz vos sejam multiplicadas no pleno conhecimento de Deus e de Jesus nosso Senhor;
3 visto como o seu divino poder nos tem dado tudo o que diz respeito à vida e à piedade, pelo pleno conhecimento daquele que nos chamou por sua própria glória e virtude; II Pedro 1:1,2 e 3

“Texto fora de contexto é pretexto!” O primeiro capitulo da carta fala, além das saudações (que salientam que a carta é direcionada a crentes), sobre o desenvolvimento da fé, caso queira comprovar isso é só ler o resto do capitulo, coisa, alias, que faço questão, pois só a verdade do evangelho liberta do engano.

O segundo capitulo adverte contra os falsos mestres:

1 Mas houve também entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá falsos mestres, os quais introduzirão encobertamente heresias destruidoras, negando até o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição.

2 E muitos seguirão as suas dissoluções, e por causa deles será blasfemado o caminho da verdade;
3 também, movidos pela ganância, e com palavras fingidas, eles farão de vós negócio; a condenação dos quais já de largo tempo não tarda e a sua destruição não dormita. II Pedro 2:1,2 e 3

Continuando dentro do CONTEXTO DA CARTA, Pedro depois de falar sobre o desenvolvimento da fé no primeiro capitulo, no segundo adverte sobre os falsos mestres, e um detalhe importante, Pedro diz que eles são: “movidos pela ganância, e com palavras fingidas, eles farão de vós negócio”, observemos, são as igrejas calvinistas as mais ricas? De fato, não! Foi de dentro das igrejas do livre-arbítrio que surgiram absurdos gananciosos como a teologia da prosperidade, As igrejas arminianas são as mais famosas no meio “gospel” sem nunca esquecer seus incessantes apelos por ofertas e dízimos, porem fora do meio evangélico temos a mais rica de todas as igrejas que se dizem cristãs, a católica, que em um de seus concílios declarou que fosse maldito aquele que tocasse no arbítrio humano.

Porem, voltando ao contexto de II Pedro, por fim, chegamos ao capitulo em questão, cujo assunto é a aparente demora para volta de Cristo, onde os falsos começam a escarnecer:

sabendo primeiro isto, que nos últimos dias virão escarnecedores com zombaria andando segundo as suas próprias concupiscências, e dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação. II Pedro 3:3,4

A pergunta: Onde está a promessa da sua vinda? E então a resposta:

O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; porém é longânimo para convosco [os crentes. Citados em II Pedro 1:1], não querendo que ninguém se perca, senão que todos venham a arrepender-se.

Importante é notar que o autor desse “estudo” foi muito tendencioso e até desleal para com a Palavra de Deus, pois isolou apenas a parte do versículo que lhe serviria para distorção. Não seria preciso nem toda essa análise de contexto que fiz, pois o mal-entendido proposto pelo autor do “estudo” se resolveria analisando cuidadosamente apenas o versículo proposto.

Vejam o que se diz: porém é longânimo para convosco, esse CONVOSCO, são os crentes (como vimos, a carta é para crentes), e para esse CONVOSCO/OS CRENTES é dito: não querendo que ninguém se perca, senão que todos venham a arrepender-se.

É realmente desejar impor uma interpretação, dizer que num mesmo versículo fala aos crentes e depois, sem nada que indique isso, dizer que o versículo é universal

Vou dar um exemplo, eu poderia dizer em determinada situação: Peço que permaneçam no ônibus por mais que a viagem demore, pois quero que TODOS cheguem ao destino.

-Pergunto, quem interpretaria o TODOS do meu exemplo como se referindo a cada individuo do universo em cada tempo histórico?

==========================

Beleza, vc mostrou que ESTA referência em particular se aplica aos salvos endereçados por esta carta, mas em face às outras evidências a favor do desejo de Deus de que TODOS os homens se salvem, tipo 1 Tim. 2:4, citado no início e NÃO REFUTADO por Vossa Senhoria, fora ainda Ezequiel 18:

"Desejaria eu, de qualquer maneira, a morte do ímpio? diz o Senhor DEUS; Não desejo antes que se converta dos seus caminhos, e viva?" Ezequiel 18:23

E

"Porque não tenho prazer na morte do que morre, diz o Senhor DEUS; convertei-vos, pois, e vivei. Ezequiel 18:32

Disso vc não fala, né, "calvinista"? É EVIDENTE o desinteresse de Deus que o homem se perca. Prova disso é para quem o inferno foi criado:

"Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos"; Mateus 25:41

Engraçado, né? Nem mesmo o inferno foi criado para os ímpios... Eles irão, SIM, para lá, mas esta citação mostra que NÃO ESTAVA nos planos de Deus levar pessoas ao inferno, MAS quando vc cria seres vivos, é óbvio que muitos deles podem optar por não obedecer, aí Deus não tem escolha a não ser enviá-los também pra lá. Mas eu explicarei isso aqui quando for mais apropriado, continuemos..

==========================
3ª) Apoc. 22:17 – ". . . quem quiser receba de graça a água da vida."

Todos têm a oportunidade, graças a Deus. Aqui entra em cena a vontade pessoal. Querer é um verbo que indica vontade, portanto a pessoa escolhe; não aparece a imposição.

Maravilhoso é o livre arbítrio concedido por Deus.

==========================

==========================
Pobre arminiano, sempre em que entra o verbo querer ele confunde com o verbo PODER. Esquece-se de que não depende de quem quer, mas de Deus usar de sua misericórdia (Rm 9:16), sei que muitos pensam estar vacinados contra Rm 9, mas estão claramente enganados, porem não vou me ater a diluir isso gora, pois tomaria muito tempo, até porque, outras partes da Palavra dão conta de explicar a confusão dos que amam o arbítrio humano.
==========================


"Vacinado contra Romanos 9"? É extremamente prepotente acreditar que Romanos 9 fale de predestinação calvinista, quando claramente fala da predestinação de ISRAEL como povo escolhido de Deus. Irei falar disso mais abaixo, pois vi que você citou exatamente isso mais embaixo..


==========================
Outro ponto é que, estando o homem morto em delitos em pecados, quem ha de querer a vida vinda de Cristo? Isso lembra o Evangelho de João, onde o verbo querer também está presente, nessa ocasião Jesus discursava aos judeus depois de haver curado no sábado.
==========================

Vossa Senhoria precisa comprovar que o homem está "morto nos pecados" de forma a NUNCA conseguir buscar a Deus... Eu vou deixar que um link fale isso por mim. Está em inglês, mas não utilize a barreira linguística como desculpa caso não entenda inglês, pois eu terei o MAIOR prazer em traduzir trecho a trecho, se isto for necessário..

http://www.bible.ca/cal-T-refutation.htm

Have fun.


==========================
Pois, assim como o Pai levanta os mortos e lhes dá vida, assim também o Filho dá vida a quem ele quer. João 5:21

E mais adiante Jesus diz aos judeus:

mas não quereis vir a mim para terdes vida! João 5:40

Note que é uma exclamação e não uma interrogação no fim da frase, pois não está perguntando, como se fizesse um convite.

==========================

Sim, Ele dá a vida a quem Ele quer. E daí? Isso impede Deus de QUERER estabelecer critérios pra quem Ele dá a vida? Tipo o critério mais conivente com a Bíblia: TODO AQUELE que crê em Deus após ouvir sua mensagem (pois a fé vem pelo ouvir e todos sabem ouvir. Vide: De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus. Romanos 10:17). É o QUERER de Deus, nada mais. Se Ele quisesse, Ele poderia salvar a todos sem distinção (universalismo), mas óbvio que isso é anti-bíblico porque seria INJUSTO. Da mesma forma que é injusto Deus salvar somente eleitos que Ele elegeu apenas "por eleger", sem critério algum, o que mostra o quão danoso é o calvinismo para o evangelho, pois faz de Deus um ser arbitrário e injusto.

Quanto a João 5:40, há MUITO MAIS texto antes e após ele, que vc convenientemente omite (e acusa o arminiano de fazer o mesmo, percebe como comete o mesmo erro q vc atribui a ele?).. Aqui, oh:

"Mas eu tenho maior testemunho do que o de João; porque as obras que o Pai me deu para realizar, as mesmas obras que eu faço, testificam de mim, que o Pai me enviou. E o Pai, que me enviou, ele mesmo testificou de mim. Vós nunca ouvistes a sua voz, nem vistes o seu parecer. E a sua palavra não permanece em vós, porque naquele que ele enviou não credes vós. Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam; E não quereis vir a mim para terdes vida. Eu não recebo glória dos homens; Mas bem vos conheço, que não tendes em vós o amor de Deus. Eu vim em nome de meu Pai, e não me aceitais; se outro vier em seu próprio nome, a esse aceitareis. Como podeis vós crer, recebendo honra uns dos outros, e não buscando a honra que vem só de Deus? Não cuideis que eu vos hei de acusar para com o Pai. Há um que vos acusa, Moisés, em quem vós esperais. Porque, se vós crêsseis em Moisés, creríeis em mim; porque de mim escreveu ele. Mas, se não credes nos seus escritos, como crereis nas minhas palavras?" João 5:36-47

Primeiro, Jesus diz que as OBRAS DELE testificam Dele, ou seja, mostram quem Jesus é. Ele afirma que eles não creem e os EXORTA A EXAMINAR as escrituras! Ou seja, eles poderiam crer a partir da leitura! Ou Jesus iria dar uma ordem à toa? Ele disse: "examinai as escrituras, porque elas testificam de mim"! Da mesma forma que fazemos agora, examinando as escrituras pra defender nossos pontos, eles poderiam ter feito o mesmo, mas NÃO O FIZERAM e, POR ISSO, não creram.. Continuando: Jesus ainda disse que eles sequer creem em Moisés, como iriam crer Nele? Ou seja, eles já não criam na verdade da lei, por isso eram incrédulos quanto a Jesus, NÃO PORQUE ELES NÃO ERAM ELEITOS ou algo do tipo. Este texto NÃO FALA NADA DISSO. Enfim, eles não criam porque eram "rasos" na lei de Moisés, pois veriam a Cristo, se eles tivessem "examinado as Escrituras" como Jesus mandou. Simplesmente assim.


==========================
Vejamos o que Jesus ensina mais tarde:

Todo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora. João 6:37

E a vontade do que me enviou é esta: Que eu não perca nenhum de todos aqueles que me deu, mas que eu o ressuscite no último dia. João 6:39

*Por favor, que nenhum arminiano interprete esse TODOS do versículo acima como toda a humanidade em todos os tempos.

==========================


Concordo, Jesus não o lançará fora. Mas o próprio homem PODE SAIR, como o filho pródigo e estes muitos exemplos:

"Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou, e não torneis a colocar-vos debaixo do jugo da servidão. Eis que eu, Paulo, vos digo que, se vos deixardes circuncidar, Cristo de nada vos aproveitará. E de novo protesto a todo o homem, que se deixa circuncidar, que está obrigado a guardar toda a lei. Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei; da graça tendes caído." Gálatas 5:1-4 

Mas a Graça não é "irresistível"? Como eles "caíram dela"? Espere, tem mais:

Vós, portanto, amados, sabendo isto de antemão, guardai-vos de que, pelo engano dos homens abomináveis, sejais juntamente arrebatados, e descaiais da vossa firmeza; 2 Pedro 3:17

Qual era o sentido de Pedro ALERTAR eles para se guardarem de cair da "firmeza deles" se eles não podiam cair?

Irmãos, se algum dentre vós se tem desviado da verdade, e alguém o converter, Saiba que aquele que fizer converter do erro do seu caminho um pecador, salvará da morte uma alma, e cobrirá uma multidão de pecados. Tiago 5:19,20 

Algum "DENTRE VÓS" se desviar da verdade. Onde salvação é garantida se a pessoa pode se desviar?? E pode ainda voltar? Espera, tem mais:

Porque, se alguém te vir a ti, que tens ciência, sentado à mesa no templo dos ídolos, não será a consciência do que é fraco induzida a comer das coisas sacrificadas aos ídolos? E pela tua ciência perecerá o irmão fraco, pelo qual Cristo morreu. Ora, pecando assim contra os irmãos, e ferindo a sua fraca consciência, pecais contra Cristo. Por isso, se a comida escandalizar a meu irmão, nunca mais comerei carne, para que meu irmão não se escandalize. 1 Coríntios 8:10-13

Mais irmãos se desviando.. e por causa do erro de outros! Quer maior prova contra Graça Irresistível e perseverança dos santos do que esta aqui?? Mas ainda tem mais:

Mas, sobretudo, meus irmãos, não jureis, nem pelo céu, nem pela terra, nem façais qualquer outro juramento; mas que a vossa palavra seja sim, sim, e não, não; para que não caiais em condenação. Tiago 5:12

E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição. 2 Pedro 2:1

Vede, irmãos, que nunca haja em qualquer de vós um coração mau e infiel, para se apartar do Deus vivo. Hebreus 3:12
 
Melhor parar por aqui, né? Eu nem vou comentar o resto, já se auto-explica..  Além disso, quem disse que sua salvação é garantida antes de você morrer? Vc tem que perseverar em buscar a Deus durante TODA A SUA VIDA:

Nada temas das coisas que hás de padecer. Eis que o diabo lançará alguns de vós na prisão, para que sejais tentados; e tereis uma tribulação de dez dias. Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida. Apocalipse 2:10

Mas aquele que perseverar até ao fim, esse será salvo. Mateus 24:13

E sereis odiados por todos por amor do meu nome; mas quem perseverar até ao fim, esse será salvo. Marcos 13:13

A coroa da vida - aka "salvação" - só poderá ser obtida após sua morte. Esta é nossa esperança. Aqui ainda não a temos, temos apenas a esperança dela. Nós "a vemos projetada no futuro", do contrário, não seria esperança (esperança pressupõe ESPERA), seria garantia. É isso que é GARANTIDO para nós. Uma vez que morramos em Cristo, nossa salvação é garantida e NINGUÉM poderá nos arrebatar da mão de Cristo. Mas, enquanto vivos neste mundo, precisamos perseverar. Do contrário, cairemos..

==========================
Ninguém pode vir a mim, se o Pai que me enviou não o trouxer; e eu o ressuscitarei no último dia. João 6:44

E continuou: Por isso vos disse que ninguém pode vir a mim, se pelo Pai lhe não for concedido. Por causa disso muitos dos seus discípulos voltaram para trás e não andaram mais com ele. João 6:65,66

*Me pergunto se muitos dos que se dizem discípulos ainda andam com os ensinos de Cristo...

* Importante notar que o mesmo autor de Apocalipse é quem relata esses ensinos de Jesus acima citados, será que em Apocalipse João queria mesmo dizer isso que autor do “estudo” quer que pensemos?

==========================

Nada impede Deus Pai de trazer todo aquele que NELE CRÊ, conforme já foi abordado antes (crer pelo ouvir a palavra de Deus). Isto não justifica calvinismo nenhum.

E quanto a estes discípulos, não se sabe nada mais sobre eles EXCETO que eles não seguiram mais a Cristo "homem". Não se pode afirmar mais nada sobre eles, nem se eles se salvaram, nem se foram perdidos. Qualquer afirmação extra sobre eles não passa de mera especulação..


==========================
Agora já posso imaginar perguntas surgindo - ... “por que Deus toca em nosso querer, se pelo que Jesus ensina, não depende do nosso querer, mas do querer de Deus?”...

Um homem não regenerado não PODE querer ser vivificado por Jesus, ou você já viu um morto querendo ficar vivo? Só os vivificados por Deus vão desejar receber de graça a agua da vida.

==========================




Cornélio era regenerado? NÃO, mas ele temia a Deus. E Deus foi até ele já que Cornélio temia a Deus (inclusive as orações dele SUBIRAM até Deus), por isso Pedro foi até ele, rompendo a barreira cultural que judeus tinham com gentios. Cornélio, por conta própria, já fazia o bem, apenas não era regenerado, mas porque ele desconhecia toda a verdade e não tinha o Espírito Sanyo. Uma vez tendo conhecido, ele aceitou. Ele é prova de que o homem pode, sim, desejar a regeneração após ouvi-la e que o homem já pode ser bom mesmo sem o Espírito Santo (o que desprova a total depravação moral), ele só AINDA não será regenerado enquanto o Espírito Santo não entrar nele. Mas se ele ouvir, ele pode, SIM, crer, vai depender dele a DECISÃO, o resto é com o Espírito Santo, claro.


==========================
Ai alguns diriam: “...-Por que então diria para que queiramos algo que em verdade nem todos podem querer?...”

Eu diria que acontece vários casos onde Deus pede algo que Ele sabe que não podemos fazer. Por exemplo, Ele manda que todo homem cumpra a sua Lei, mas:

Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem em verdade o PODE ser; Romanos 8:7

Eu iria comentar sobre o crer para ser de Cristo, mas deixo para a próxima questão do autor...

==========================

O homem não podia cumprir toda a lei pois era a forma de Deus dizer que o homem apenas com suas atitudes não podia conquistar sua salvação perante Deus. Mas a lei serviu o propósito de mostrar o pecado, tanto é que precisou ser cumprida por Cristo pra deixar de vigorar.

E só porque Deus colocou a lei "impraticável por homens" para ser seguida não significa que é o modus operandi de Deus. Deus sempre foi tolerante em relação a muitas transgressões à lei contanto que o homem TEMESSE A ELE, pois se Deus fosse irredutível para com a lei, ele já teria aniquilado a Israel há muito tempo, já que eles passaram décadas sem seguí-la. Fora que a Bíblia é cheia de relatos de homens que Deus classificou como justos mesmo eles sendo, obviamente, imperfeitos. Davi, o homem "segundo o coração de Deus", matou a muitos, adulterou e matou o marido da adúltera, foi conivente com erros de seus filhos, não os corrigindo, mas seu coração SINCERO e sua dedicação eram algo que Deus não ignorava, fazendo com que Deus fizesse um estatuto com Davi, sendo ele, inclusive, o ancestral de Jesus. Fora Moisés que era considerado um homem manso e justo, mas sabemos as bobagens que ele fez.. Enfim, a lista vai. Deus nunca nos tratou com todo o merecimento justo de nossos pecados, sua Graça sempre existiu, a diferença é que no Novo Testamento ela foi estabelecida através do sacrifício de Cristo, que é e foi perfeito, diferente dos sacrifícios da época de Moisés, que eram falhos.

==========================
4ª) São João 3:16 – ". . . todo aquele que nele crê. . ." Deus decretou que todos os que aceitarem a Cristo se salvem. Não decretou que todos devem aceitar a Salvação que Ele oferece. Deus não força a vontade de ninguém.
==========================

==========================
Repetindo:

E a vontade do que me enviou é esta: Que eu não perca nenhum de todos aqueles que me deu, mas que eu o ressuscite no último dia. Porquanto esta é a vontade de meu Pai: Que todo aquele que vê o Filho e crê nele, tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia. João 6:39,40

O autor do “estudo” cita João 3:16: ". . . todo aquele que nele crê. . ."

Mas quem crê?

Mas vós não credes, porque não sois das minhas ovelhas. As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu as conheço, e elas me seguem; eu lhes dou a vida eterna, e jamais perecerão; e ninguém as arrebatará da minha mão. Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão de meu Pai. João 10:26,27,28

O texto sagrado é explicito, só as ovelhas de Cristo creem, e antes que o arminiano faça mais confusão, cabe explicar que não é a vontade do homem que o faz vir a Jesus, pois é o Pai que dá as ovelhas a Cristo, e que ninguém ouse dizer que as ovelhas de Cristo são pessoas que livremente escolhem Lhe seguir, e que depois disso então Deus as dá como ovelhas de Cristo, pois Jesus diz:

Todo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora. João 6:37

E não: Todo que vir a mim o Pai me dá.

==========================

Eu já falei sobre isso antes, então não vou repetir. Só vou comentar sobre a referência das ovelhas, que é "inédita" neste post. Mais uma vez, o calvinista coloca apenas o trecho que lhe convém. Aliás, quem não faz isso? Mas tudo bem, vamos mostrar a referência COMPLETA desta parábola das ovelhas, que está em João 10:1-28:

"Na verdade, na verdade vos digo que aquele que não entra pela porta no curral das ovelhas, mas sobe por outra parte, é ladrão e salteador. Aquele, porém, que entra pela porta é o pastor das ovelhas."

Ou seja, temos dois personagens apresentados aqui: o ladrão/salteador e o pastor das ovelhas. Um se infiltra no curral e o outro entra pela porta pois é o autêntico DONO.Vamos adiante:

"A este o porteiro abre, e as ovelhas ouvem a sua voz, e chama pelo nome às suas ovelhas, e as traz para fora. E, quando tira para fora as suas ovelhas, vai adiante delas, e as ovelhas o seguem, porque conhecem a sua voz. Mas de modo nenhum seguirão o estranho, antes fugirão dele, porque não conhecem a voz dos estranhos."

Repare que as ovelhas só reconhecem ao chamado do pastor. Elas fogem do estranho. Isso será explicado abaixo:

Jesus disse-lhes esta parábola; mas eles não entenderam o que era que lhes dizia. Tornou, pois, Jesus a dizer-lhes: Em verdade, em verdade vos digo que eu sou a porta das ovelhas. Todos quantos vieram antes de mim são ladrões e salteadores; mas as ovelhas não os ouviram.

Jesus disse que é a porta, ou seja, é ele quem impede a entrada dos ladrões e salteadores e permite a entrada do pastor. Temos que determinar , lá na frente, para onde esta porta leva, em termos práticos. A gente chega lá.

"Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens."

A entrada é para a SALVAÇÃO. Logo quem já está dentro está salvo ou está, pelo menos, com a salvação prometida. 

"O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância. Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas. Mas o mercenário, e o que não é pastor, de quem não são as ovelhas, vê vir o lobo, e deixa as ovelhas, e foge; e o lobo as arrebata e dispersa as ovelhas. Ora, o mercenário foge, porque é mercenário, e não tem cuidado das ovelhas."

 Repare que a distinção aqui é entre o verdadeiro pastor e os falsos. O que está estabelecido aqui NÃO é eleição incondicional e, SIM, QUEM é o VERDADEIRO SALVADOR! Óbvio que é Jesus Cristo, por isso ele é o PASTOR e a PORTA DAS OVELHAS. Ao mesmo tempo ele é o canal para a salvação e quem cuida dos salvos.

"Eu sou o bom Pastor, e conheço as minhas ovelhas, e das minhas sou conhecido. Assim como o Pai me conhece a mim, também eu conheço o Pai, e dou a minha vida pelas ovelhas. Ainda tenho outras ovelhas que não são deste aprisco; também me convém agregar estas, e elas ouvirão a minha voz, e haverá um rebanho e um Pastor. Por isto o Pai me ama, porque dou a minha vida para tornar a tomá-la. Ninguém ma tira de mim, mas eu de mim mesmo a dou; tenho poder para a dar, e poder para tornar a tomá-la. Este mandamento recebi de meu Pai."

Vc pode alegar que as ovelhas são eleitos incondicionais, mas não é este o caso. Eles precisam ouvir a voz de Deus e a aceitar. Confrontado com outros versículos, ouvir a voz de Jesus nada mais é do que o ouvir da palavra de Deus e já estabelecemos que qualquer pode crer mediante OUVIR estas palavras. Nem todos irão, mas não porque foram predestinados, simplesmente porque não creram. Nada mais.

"Tornou, pois, a haver divisão entre os judeus por causa destas palavras. E muitos deles diziam: Tem demônio, e está fora de si; por que o ouvis? Diziam outros: Estas palavras não são de endemoninhado. Pode, porventura, um demônio abrir os olhos aos cegos? E em Jerusalém havia a festa da dedicação, e era inverno. E Jesus andava passeando no templo, no alpendre de Salomão. Rodearam-no, pois, os judeus, e disseram-lhe: Até quando terás a nossa alma suspensa? Se tu és o Cristo, dize-no-lo abertamente. Respondeu-lhes Jesus: Já vo-lo tenho dito, e não o credes. As obras que eu faço, em nome de meu Pai, essas testificam de mim. Mas vós não credes porque não sois das minhas ovelhas, como já vo-lo tenho dito. As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem; E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão. "


Em suma, a sequência é: Jesus fala, a pessoa ouve: se ela atende, é sua ovelha, se não ouve, não é. Simples assim, não é o contrário. A eleição incondicional estabelece erroneamente que Jesus fala, se a pessoa é ovelha, ela ouve, se não é, não ouve, mas é o contrário, pois foi estabelecido que todos podem atender o chamado se assim o quiserem e qualquer pessoa consegue crer em Deus após ouvir a mensagem de Deus, apenas não o crendo se realmente não o quiserem. Do contrário, não fazia sentido Jesus os chamar. Jesus sabe quem são suas ovelhas porque Ele já conhece toda a história do mundo, conforme aqui, por exemplo:

Mas há alguns de vós que não crêem. Porque bem sabia Jesus, desde o princípio, quem eram os que não criam, e quem era o que o havia de entregar. João 6:64

Ou seja, como Jesus JÁ TINHA este conhecimento, logo Ele conhecia suas ovelhas antes deles serem ovelhas. Afinal, lembre-se, TODOS ANTES eram pecadores não regenerados..
==========================
5ª) Ezeq. 18:32 – "Porque não tenho prazer na morte de ninguém, diz o Senhor Deus, Portanto convertei-vos e vivei."

Deus tem prazer na salvação, nunca na perdição.

==========================


==========================
Mais um caso de falta de contexto, e ainda distorção de assunto, pois eleição e predestinação em nenhum momento são o tema desse trecho citado. O assunto é que Israel acusa o Senhor de ser injusto (Ez 18:25), porem Deus fala para que eles se arrependam, pois eles são quem andam em caminhos tortos.

E o caso do versículo em questão, é que realmente Deus não tem prazer na morte, pois seu prazer está na vida dos seus justo, na morte do ímpio está a IRA de Deus. Com relação ao apelo para o  convertimento é sabido que só as ovelhas de Deus ouvem e dão crédito aos apelos da palavra, e esse é o meio pelo qual Deus converte os seus, os demais são endurecidos.

==========================

O que, como?? Deixa eu transcrever o que VOCÊ escreveu:

"na morte do ímpio está a IRA de Deus"

Então Deus só tem prazer na vida do justo? ERRADO! A Bíblia refuta o que vc afirma, calvinista e, ironicamente, neste mesmo capítulo:

"Desejaria eu, de qualquer maneira, a morte do ímpio? diz o Senhor DEUS; Não desejo antes que se converta dos seus caminhos, e viva?" Ezequiel 18:23

Deus NÃO DESEJA a morte do ímpio, criatura! A morte só chega até ele por causa da justiça de Deus, mas Deus NUNCA deseja esta morte! E quanto ao endurecimento, eu falarei em ocasião mais oportuna.

==========================
Se alguém achar raso esse ensino, e achar que não é a verdade da Palavra para esse trecho, vale lembrar que Deus de antemão disse que eles não se arrependeriam

Mas a casa de Israel não te quererá ouvir; pois eles não me querem escutar a mim; porque toda a casa de Israel é de fronte obstinada e dura de coração. Ezequiel 3:7

Com base nesse versículo acima dá até pra imaginar alguns livre-arbitrianos murmurando:

“...- Ah, por que falar a Israel se o Senhor sabe que não ouvirão?!?...”

Fazem o mesmo com relação ao evangelismo...

==========================

Deus fala a todos para que ninguém tenha a desculpa de dizer que não foi lhe dada a oportunidade de se converter. O calvinismo nega isso ao afirmar que estas pessoas não podem se converter, tornando a Deus um ser arbitrário e injusto. Mas, felizmente, não é assim que Deus é. Não vou comentar mais nada aqui, já que você também não comentou...

==========================
6ª) Mat. 7:21 - "Nem todo o que me diz : Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus."

Muitos não serão salvos, porque não aceitam as condições da salvação.

==========================

==========================
O autor do “estudo” deve estar confuso, pois novamente ele está errando o tema do versículo. O tema aqui são os frutos, "toda a arvore boa produz bons frutos” (Mt 7:17), não tem nada haver com “condições da salvação”.

Esse texto é longamente utilizado por calvinistas para mostrar que não são pelas obras que se obtém salvação.

==========================

A condição da salvação é estar na videira e isto é outra pedra no sapato dos calvinistas, afinal Jesus afirmou que a árvore que não der fruto será CORTADA e LANÇADA NO FOGO. Onde isso é salvação garantida?


==========================
7ª) Jer. 21:8 – ". . . Eis que ponho diante de vós o caminho da vida e o caminho da morte."

Para que dois caminhos se a sorte de cada um já está traçada antes?

==========================


==========================
O autor do “estudo” não entende que Deus utiliza o querer do homem para cumprir seu Decreto, e que mesmo que o homem tenha varias opções, ele acaba por escolher exatamente como antes da fundação do mundo Deus já sabia.

==========================

Uau, um calvinista que disse que Deus SABIA e não que Ele determinou. Acertou, rapaz, Deus SABIA, óbvio. Apenas sabia, Ele não decretou o erro da pessoa, ela errou porque quis. Não preciso refutar nada aqui, vc próprio me deu o prazer de se auto-refutar.

==========================
O homem não tem poder para controlar nem o dia de sua morte

Visto que os seus dias estão determinados, contigo está o número dos seus meses; tu lhe puseste limites, e ele não poderá passar além deles. Jó 14:5
==========================

isso não quer dizer nada a favor do calvinismo.

==========================
Muito menos seus caminhos...

O coração do homem propõe o seu caminho; mas o Senhor lhe dirige os passos. Provérbios 16:9

...mesmo em meio a opções.

==========================

Que distorção terrível, rapaz! Dirigir os passos não significa que Deus está forçando o homem a seguir apenas o caminho que Ele quer que o homem vá, apenas mostra a orientação de Deus ao mostrar ao homem aonde ele deve ir.. A Bíblia é repleta de exemplos aonde Deus mostra opções, e o homem escolhe outras de sua LIVRE E ESPONTÂNEA VONTADE. Duvida? Aqui, oh:

Eis aqui, o que tão-somente achei: que Deus fez ao homem reto, porém eles buscaram muitas astúcias. Eclesiastes 7:29

o homem buscou "astúcias". Deus fez o homem RETO. E não está falando apenas de Adão, e sim do homem em geral. Em suma, o homem não nasce "ímpio", ele se torna ímpio. De qualquer forma, o homem, escolhe, sim, seus passos. Só não escolhe as consequências deles..

==========================
8ª) Apoc. 2:10 – ". . . Sê fiel até a morte e dar-te-ei a coroa da vida."

Vejam que a salvação também depende de nós. Depende da nossa perseverança. Heb. 3:14.

==========================


==========================
Existem varias passagens que mostram que os verdadeiros crentes são preservados eternamente...

Todo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora. João 6:37

eu lhes dou a vida eterna, e jamais perecerão; e ninguém as arrebatará da minha mão. João 10:27

... mas quero analisar mais profundamente este:

o qual também nos selou e nos deu como penhor o Espírito em nossos corações. II Coríntios 1:22

se alguns dos selados por Deus pudesse atingir uma queda final da Graça, então Deus teria de se desfazer do Espirito Santo, pois Ele pois em penhor o Espirito em nossos corações, será que Deus brincaria dessa forma consigo mesmo na forma da terceira pessoa da Trindade?

==========================

Sim, quando o homem está SALVO, ele está 100% seguro. Mas quem garante que alguém vivo JÁ ESTÁ SALVO? Já falei disso mais acima, não vou repetir.


==========================
Alguns podem argumentar: “...- Ah, se uma vez salvo, sempre salvo, como fica aqueles que eram tão fervorosos e depois abandonaram a fé? Mesmo tendo uma vida de pecados e abandonando a Cristo, eles serão salvos? Eles um dia aceitaram a Jesus...”

Nesse caso existem duas hipóteses:

Pode ser que a queda desse não seja final, então em algum tempo Deus lhes dará arrependimento e lhes fará voltar à vida cristã;

Ou a conversão destes era falsa, e eles abandonam a Cristo porque nunca foram ovelhas dEle, veja:

Saíram dentre nós, mas não eram dos nossos; porque, se fossem dos nossos, teriam permanecido conosco; mas todos eles saíram para que se manifestasse que não são dos nossos. I João 2:19

==========================

O fato de vc especular mostra q vc não tem firmeza no que diz. Até porque a referência de I João 2:19 se refere a ANTICRISTOS. E não a pessoas que deixaram de ser cristãos. Já mostrei toneladas de referências que mostram que o regenerado pode, sim, cair, não vou repetir.

==========================
9ª) Atos 17:30 – ". . . agora, porém notifica aos homens que todos em toda parte se arrependam."

O convite a todos para que se arrependam seria um escárnio ao nome de Deus se os homens não se pudessem arrepender. Paulo declara em Tito 2:11 que "a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens."

==========================


==========================
As vezes da a impressão que o autor desse “estudo” fez uma busca numa bíblia digital pela palavra “todos”, então quando aparecesse alguma com algum contexto que lhe parecesse favorável, ele apresentava.

Se Deus quer realmente que todos os homens se arrependam, mas estes não se arrependem, então deve haver algum problema. O autor do “estudo” sugere que os homens não se arrependem porque não querem, porem Deus quer que eles se arrependam. Por conclusão desse raciocínio temos que o proposito de Deus se frustra e o querer do homem prevalece, porem, é o que a Bíblia diz?

Muitos são os planos no coração do homem; mas o desígnio do Senhor, esse prevalecerá. Provérbios 20:21

Se levarmos como verdadeiros os argumentos do autor desse "estudo” teremos a imagem de um deus que quer fazer o bem, e o faria se pudesse, mas não pode, pois seus propósitos dependem da aprovação da criatura para cumprirem-se, ou não.

==========================

Sim, o propósito de Deus se frustra, SIM, e há muitas menções de Deus estar irado por não ser escutado!! Aqui, por exemplo:

Se voltares, ó Israel, diz o SENHOR, volta para mim; e se tirares as tuas abominações de diante de mim, não andarás mais vagueando, E jurarás: Vive o Senhor na verdade, no juízo e na justiça; e nele se bendirão as nações, e nele se gloriarão. Porque assim diz o Senhor aos homens de Judá e a Jerusalém: Preparai para vós o campo de lavoura, e não semeeis entre espinhos. Circuncidai-vos ao Senhor, e tirai os prepúcios do vosso coração, ó homens de Judá e habitantes de Jerusalém, para que o meu furor não venha a sair como fogo, e arda de modo que não haja quem o apague, por causa da malícia das vossas obras. Jeremias 4:1-4
Destaque pro trecho sublinhado.

Aliás, o início do livro de Jeremias é uma confrontação contínua entre a ira de Deus com os pecados do povo e o constante clamor de Deus para que eles SE ARREPENDAM para que Deus não tenha que punir eles por isso.

Agora, não confunda isso com incapacidade de Deus. Ele é totalmente CAPAZ de forçar a aceitação de sua Palavra, mas, pra isso, Ele teria de usar FORÇA BRUTA, o que iria de encontro à decisão DELE MESMO de fazer o homem livre. Assim sendo, Deus é limitado apenas por SI MESMO ao deixar de forçar as pessoas a segui-lo. Sua soberania e poder não são ameaçados, Ele simplesmente está sendo fiel a sua própria determinação.

==========================
10ª) I Tes. 5:9 – "Porque Deus não nos destinou para a ira, mas para alcançar a salvação mediante nosso Senhor Jesus Cristo."

Esta declaração é muito significativa e seria suficiente para desmoronar o frágil edifício dos calvinistas.

Após a leitura destas passagens a nossa conclusão só pode ser esta: Deus não predestinou que pessoa alguma se perca.

==========================


==========================
Não sei como alguém poderia dar crédito a esse “estudo”, pois seu autor claramente distorce a palavra. Em I Tes. 5:9, é uma carta para crentes (I Tes 1:1), da igreja de tessalonica, é logico que eles como eleitos, não são destinados à perdição, perceba que Paulo fala:” ...Deus não nos destinou para a ira”, esse “nos” deixa claro que ele não se refere a cada individuo do mundo, mas aos crentes tessalonicenses.
==========================


Sim, está falando com cristãos, mas isso não muda nada a favor do calvinismo.


==========================
Seguindo o raciocínio, vemos que Deus não NOS (crentes tessalonicenses) destinou a ira. Porque Paulo, nessa passagem, assevera que essas pessoas (tessalonicenses) não foram destinadas à ira? Será que é porque existem pessoas que foram deixadas de fora do plano de salvação?
==========================


Porque qualquer pessoa que decide não seguir a Cristo é destinada à ira, óbvio. Não porque Deus os escolheu ao acaso no início do mundo como réprobos. É apenas a clássica relação causal de ação e consequência, NADA MAIS. Vc colhe o que vc planta.


==========================
A besta que você viu, era e já não é. Ela está para subir do Abismo e caminha para a perdição. Os habitantes da terra, cujos nomes não foram escritos no livro da vida desde a criação do mundo, ficarão admirados quando virem a besta, porque ela era, agora não é, e entretanto virá. (Apocalipse 17.8)
==========================








Jesus morreu desde a fundação do mundo? NÃO, ele morreu no "meio", mas a Bíblia afirma isso também. E aí? O que tiramos disso é que Deus, por não ser afetado pelo tempo, vê a história como um todo, e não por épocas (mas óbvio que conhece as épocas também). Pra ele, desde a fundação do mundo, estas pessoas já eram perdidos não porque Ele determinou, mas porque Ele anteviu seus crimes, conforme Pedro diz:

Eleitos segundo a presciência de Deus Pai, em santificação do Espírito, para a obediência e aspersão do sangue de Jesus Cristo: Graça e paz vos sejam multiplicadas. 1 Pedro 1:2

Já citei antes que Jesus sabia de antemão quem iria crer e quem não iria. Então isso se encaixa perfeitamente.

==========================
Por fim fica clara a depravação do homem, e isso se manifesta nesse estudo, onde o autor tenta de varias formas elevar a criatura e diminuir o Criador com relação a Seu Decreto Soberano e Eterno.
==========================




Não, não fica clara coisa nenhuma. E onde Deus é "reduzido" se a criatura dele tem sua responsabilidade de aceitar ao chamado Dele afirmada? Onde isso torna o homem excepcional? Deus criou o mundo e tudo que nele já, criou o homem, nos deu o caminho da salvação através de Jesus Cristo, cumpriu a própria Lei através de Cristo, nos deu sua Graça Imerecida, chamou ao homem e tudo o que o homem tem a fazer é ACEITAR o chamado, CRER em Cristo e TENTAR ser fiel (já que ele não vai conseguir sozinho), onde isso exalta o homem, criatura? Calvinista tem esta ladainha de afirmar que quem não é calvinista reduz a soberania de Deus, quando é o calvinismo que faz isso ao forçar Deus a ser visto como tirano, injusto e seletivo.

==========================
O autor chama um ensinamento Bíblico de satânico: “ensino satânico de Deus haver predestinado pessoas para a perdição” mas se a Bíblia assim diz, e Ela(a Bíblia) é a palavra de Deus, este homem blasfema, chamando o próprio Deus de satânico.
==========================

Se "ser satânico" significa distorcer o caráter de Deus, então o calvinismo é, SIM, satânico, pois justifica até mesmo o agir do DIABO, afinal, se Deus determinou TUDO, ele também determinou o pecado de todos, inclusivo do próprio Diabo, logo todo o bem e mau é um jogo de cartas marcadas onde Deus controla TUDO, inclusive o pecado, mas consegue culpar o homem por algo que o homem não era capaz de fazer e o culpa por erros que este deus calvinista está por trás. Isso é uma distorção terrível e eu espero que qualquer calvinista reveja seus conceitos se entender que esta confrontação é válida.

==========================
O que Palavra diz com relação a isso:

E que direis, se Deus, querendo mostrar a sua ira, e dar a conhecer o seu poder, suportou com muita paciência os vasos da ira, preparados para a perdição;                                                            Romanos 9:22

Alguns argumentam que a Bíblia nesse capitulo fala de um povo, o que é facilmente demonstrado que não, porem, mesmo que assim fosse, não mudaria o fato de que existem vasos preparados para perdição, e note o fato de que Palavra não diz que eles(os vasos) prepararam a si mesmos para perdição, mas sim que foram preparados, e preparados por Deus, será que o autor do estudo já leu Romanos? Pois ainda em Romanos:

E qual foi a resposta divina? “Reservei para mim sete mil homens que não dobraram os joelhos diante de Baal.” Assim, hoje também há um remanescente escolhido pela graça. E, se é pela graça, já não é mais pelas obras; se fosse, a graça já não seria graça. Que dizer então? Israel não conseguiu aquilo que tanto buscava, mas os eleitos o obtiveram. Os demais foram endurecidos, como está escrito: “Deus lhes deu um espírito de atordoamento, olhos para não ver e ouvidos para não ouvir, até o dia de hoje.”       (Romanos 11.4-8)

==========================

Romanos 9 fala, SIM, de um povo, é a ELEIÇÃO da nação de Israel.. Repare:

"Porque eu mesmo poderia desejar ser anátema de Cristo, por amor de meus irmãos, que são meus parentes segundo a carne; Que são israelitas, dos quais é a adoção de filhos, e a glória, e as alianças, e a lei, e o culto, e as promessas; Dos quais são os pais, e dos quais é Cristo segundo a carne, o qual é sobre todos, Deus bendito eternamente. Amém. Romanos 9:3-5

Paulo estabelece que está falando dos israelitas. É preciso distorcer muito pra não perceber isso..

"Porque a palavra da promessa é esta: Por este tempo virei, e Sara terá um filho. E não somente esta, mas também Rebeca, quando concebeu de um, de Isaque, nosso pai;" Romanos 9:9,10

Promessa a Abraão de formar uma grande nação = Israel.

Eis a eleição de Romanos 9: "Porque, não tendo eles ainda nascido, nem tendo feito bem ou mal (para que o propósito de Deus, segundo a eleição, ficasse firme, não por causa das obras, mas por aquele que chama), Foi-lhe dito a ela: O maior servirá ao menor. Como está escrito: Amei a Jacó, e odiei a Esaú." Romanos 9:11-13

Jacó foi amado para ser parte da ELEIÇÃO. Que eleição? Eleição de sua descendência ser a nação escolhida. Esaú foi "odiado" (alguns versões colocam "aborrecido") para que? Para sua descendência NÃO ser a nação escolhida. Qualquer tentativa de colocar "salvação" aqui no meio é distorção. Repare que tudo se refere à eleição de Israel!

"E que direis se Deus, querendo mostrar a sua ira, e dar a conhecer o seu poder, suportou com muita paciência os vasos da ira, preparados para a perdição; Para que também desse a conhecer as riquezas da sua glória nos vasos de misericórdia, que para glória já dantes preparou, Os quais somos nós, a quem também chamou, não só dentre os judeus, mas também dentre os gentios?" Romanos 9:22-24

vasos da ira = nações não escolhidas. E elas geralmente eram ímpias, daí a perdição. Mas isto não significa que eram nações onde TODOS os seus indivíduos eram destinados à perdição, não mesmo. Porque a missão de Israel era ser referencial de Deus para o MUNDO TODO:

Dias virão em que Jacó lançará raízes, e florescerá e brotará Israel, e encherão de fruto a face do mundo. Isaías 27:6

E aqui o plano de Deus para Israel: Disse mais: "Pouco é que sejas o meu servo, para restaurares as tribos de Jacó, e tornares a trazer os preservados de Israel; também te dei para luz dos gentios, para seres a minha salvação até à extremidade da terra". Isaías 49:6

Tem mais versículos, mas os posto depois, se necessário. E pessoas de outras nações se salvavam também, como RUTE E RAABE, por exemplo. Rainha de Sabá também era justa. O etíope que Filipe ensinou também. E por aí vai.. Não preciso nem comentar o resto.

==========================
 Na parte sublinhada do texto supracitado parece haver contradição entre o que o autor do “estudo” diz (“Deus não predestinou que pessoa alguma se perca.”) e a Bíblia, mas é claro, estes textos o autor do “estudo” não comenta...
Outro precioso texto:

“e: Como uma pedra de tropeço e rocha de escândalo; porque tropeçam na palavra, sendo desobedientes; para o que também foram destinados.” I Pedro 2:8

==========================

Já refutei isso, não preciso repetir.

==========================
Porem com relação à destinação para salvação eis um texto que não deixa dúvidas:

Os gentios, ouvindo isto, alegravam-se e glorificavam a palavra do Senhor; e creram todos quantos haviam sido destinados para a vida eterna. Atos 13:48

Notemos que não foram todos os gentios que creram, só os que haviam sido destinados para vida eterna.Meditemos nos textos, e não nos deixemos iludir por “estudos” daqueles que se rebelam contra soberania de Deus.

Que Deus nos de entendimento.
Amem

==========================

Pra finalizar, tenho um link que refuta este entendimento de Atos 13:48:

https://biblicaltruthresources.wordpress.com/2013/07/19/a-greek-exposition-of-acts-1348-as-many-as-were-ordained-to-eternal-life-believed-jesse-morrell/

E vou resumir: existem muitas versões da Bíblia que usam a expressão "ordenados" (appointed):

"When the Gentiles heard this, they were glad and honored the word of the Lord; and all who were appointed for eternal life believed."

http://biblehub.com/niv/acts/13.htm

As pessoas podem aceitar ou rejeitar o evangelho voluntariamente, isto já foi estabelecido aqui e temos que comentar em cima disso. Não é um versículo isolado que vai mudar toda a teologia. Assim, partindo do pressuposto, constatamos que as pessoas que se sentem aptas a aceitar e recebem a mensagem de fato a irão aceitar. Quem não se sentir assim, seja porque se sente culpado demais ou porque foi iludido por outros, irá se auto destruir, como JUDAS ISCARIOTES fez consigo mesmo. O peso da traição dele foi muito grande pra ele e ele, ao invés de buscar o perdão de Deus, decidiu se matar. Pedro também traiu a Jesus de alguma forma, mas ele agiu diferente e obteve o perdão. Assim, as pessoas estarem "ordenadas" a receberem a salvação implica em um estado de espírito dentro delas em aceitar o evangelho, nada mais. A fé vem pelo ouvir e vc consegue crer através do ouvir. Só isso é necessário. Não existe eleição de quem crerá e quem não crerá, isso não foi evidenciado. Assim sendo, os que aceitaram, aceitaram porque estavam destinados a aceitar por estarem preparados para isso. Aqui não há assunção de predestinação. Se o tivesse, teria sido explicada, mas não o foi.

Enfim, o calvinismo é danoso, SIM, pois cria a imagem de um deus tirano (porque impõe sua vontade com truculência), arbitrário (porque o faz sem critérios), injusto (porque elege pela sua arbitrariedade, não pela justiça) e sem amor, já que é capaz de usar de arbitrariedade para escolher apenas alguns, sem critério. Além disso, este deus tem todas as cartas na manga, inclusive as do pecado e, como o calvinismo EXPLICITAMENTE diz que Deus determina TODAS as coisas, então ele determinou o pecado inicial do Diabo, e todos os pecados da humanidade, inclusive sua QUEDA. Quer heresia maior do que isso? E, além disso, este "deus" ainda condena o homem por agir da forma que este mesmo OBRIGOU eles a agirem e ainda os responsabiliza por isso.. Quer maior contradição do que esta? Por isso, o calvinismo é uma heresia e por isso deve ser combatido, pelo zelo pelo verdadeiro evangelho e pelo zelo a favor do verdadeiro Deus e pelo zelo a favor de nossos IRMÃOS calvinistas (os que são cristãos autênticos) que, confundidos por esta heresia, acabam por entrar em uma vida contraditória diferente da que Jesus os outorgou.

Que Deus os abençoe! :)