Siga meu blog por e-mail!

domingo, 7 de fevereiro de 2010

O caso do Pastor Paulo Roberto

Como servos de Deus, somos bombardeados constantemente por críticas de vários segmentos, muitas delas oriundas de maus exemplos de pastores que se intitulam evangélicos (alguns realmente o são, mas erraram, outros fingem que são. Não irei me ocupar de diferenciar os dois, pois só Deus o sabe). Muitos devem ter ouvido falar do Pastor Paulo Roberto, da Assembléia de Deus: ele pregou em várias cidades e anunciou um estranho testemunho de que Deus usou uma galinha para lhe falar "em mistérios" e um galo foi usado para interpretar estas línguas. Não irei abordar nada disso, e sim ISTO aqui:

Parte 1 - http://www.youtube.com/watch?v=e5M54VENHWg
Parte 2 - http://www.youtube.com/watch?v=AKSbullcH18
Parte 3 - http://www.youtube.com/watch?v=O63npZNZAl0

Resumo: o pastor Paulo Roberto, em meio à sua pregação, soltou o verbo e chamou o pastor Ciro de canalha várias vezes (e a outros também). Condeno totalmente esta atitude dele, pois o local de pregação da Palavra de Deus é um local para a edificação dos ouvintes, e não para ofensas. Além disso, esta atitude é condenável por caracterizar falta de amor para com seu irmão (independente de sua raiva estar fundamentada ou não). Por isso, escrevi uma carta onde, respeitosamente e cuidadosamente, exortei o pastor acerca disso e enviei pra ele através do site dele. Eu espero que esta carta seja usada pelo Espírito Santo para edificação dele, pois eu não sou nada além de um servo de Deus falho e, sem a inspiração do Espírito Santo, minha carta não valerá de nada.

Abaixo, está a carta que eu mandei pra ele, na íntegra. Julgue conforme a palavra de Deus e veja se estou correto ou não. Afinal, devemos julgar NO SENHOR tudo aquilo que ouvimos e lemos, para que não caiamos em heresias, não é mesmo? :)

Que Deus os abençoe! ^^

------

A Paz do Senhor, meu amado! Estou aqui, humildemente, lhe enviando esta mensagem, não como um dono da razão, pois nem de longe detenho este título (e nenhum ser humano detém isto neste mundo), nem como alguém superior (pois todos somos iguais perante o Senhor Jesus e Ele é o único que É superior), mas como um irmão em Cristo, pois fiquei indignado com a pregação que o senhor fez, a qual foi divulgada no youtube, onde o senhor empregava palavras de baixo calão e xingava pessoas do ministério da Assembléia de Deus. O intuito desta mensagem é a de exortar o irmão de coisas acerca das quais, segundo a Palavra de Deus, eu creio que o senhor agiu erroneamente. Repito: não sou superior ao senhor, sou pecador também, pois a Bíblia é clara quando afirma que “todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus” (Romanos 3:23) e “Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós.” (1 João 1:8, com ênfase disso no versículo 10), mas a questão é que o seu erro causa um impacto muito maior, pois ele é publicado na mídia e causa blasfêmia dos incrédulos para com nossa fé. Por isso, julgo que é necessário que algo seja esclarecido a respeito disso.

Em primeiro lugar, o senhor é uma pessoa adulta e com certeza sabe que o respeito é algo muito importante nas relações humanas. Não só isso, pois a própria Bíblia prega que devemos ter respeito para com os outros, pois pede para que amemos o próximo como a nós mesmos ("E, respondendo ele, disse: Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças, e de todo o teu entendimento, e ao teu próximo como a ti mesmo." - Lucas 10:27) e ainda respeitemos às autoridades constituídas (“Toda a alma esteja sujeita às potestades superiores; porque não há potestade que não venha de Deus; e as potestades que há foram ordenadas por Deus. “ – Romanos 13:1, com “potestades” no sentido de “autoridades”). Por isso, nós, como servos de Deus, devemos ter esta atitude para com todas as pessoas, independente de serem nossos irmãos na fé ou não e, PRINCIPALMENTE, se são nossos irmãos!!! Pois todos nós, sejam assembleianos, presbiterianos, batistas, ou qualquer outra denominação evangélica, somos membros de um só corpo e membros de uma ÚNICA igreja! Ou seja, se somos membros uns dos outros, ninguém é inútil e ninguém é menos importante a ponto de que o menosprezemos, pois, se somos ordenados a amar o nosso próximo incrédulo, quanto mais a um irmão tido como nosso companheiro e membro do corpo de Cristo (assim como Paulo, inspirado por Deus, afirma em I Coríntios 12:12-31)?? Ou seja, é justificável que o senhor, pessoa supostamente instituída por Deus, para pregar o evangelho Dele, use de seu espaço para ofender aos seus irmãos em Cristo? A questão aqui não é se suas reclamações possuem fundamentação, e, sim, que nós, como servos de Deus, devemos buscar sempre agradar a Deus, conforme o senhor mesmo disse em sua pregação. Seja sincero: o senhor acha que está agradando a Deus, usando palavras de baixo calão (e a Bíblia também condena isso em Efésios 4:29 “Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem.”) para desrespeitar um irmão em Cristo?? Jesus faria isto? Além disso, o senhor afirmou que, diferente do que alguns pastores diziam, quando afirmaram que o senhor não pregaria na igreja deles, o senhor pregaria de qualquer jeito e que eles morreriam para tal (ou, quando eles morressem, o senhor pregaria). Irmão, o amor de Deus realmente desejaria a morte de alguém??? E, mais ainda, de um irmão em Cristo? O senhor tem consciência do impacto devastador e danoso que teve esta sua palavra? Jesus pregaria isso? Ele desejaria que alguns morressem? O próprio Deus não disse que Ele “Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade.” (1 Timóteo 2:4)?? Então, porque o senhor teria que ser diferente??? Nós não temos que ser imitadores de Cristo? Se Deus pensa assim, porque pensaríamos diferente? Se o senhor tem um ministério de Deus, o senhor DEVE ter amor pelas almas, mesmo que, na sua visão, elas sejam desprezíveis e más (lembre-se que o senhor não se isenta de ser pecador, pois, como mencionado antes, TODOS PECARAM e TODOS TÊM PECADO).

Em segundo lugar, o senhor, como pregador da Palavra de Deus, deve saber muito bem que o senhor tem a incumbência de ser um instrumento de Deus na manifestação da sua Palavra, a qual ele prega como quer, quando quer e onde quer e esta palavra é feita SEMPRE para edificação de todos, conforme está escrito em I Coríntios 14:26: "Que fareis, pois, irmãos? Quando vos ajuntais, cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpretação. Faça-se tudo para edificação."Ou seja, seja esta palavra de exortação, consolação ou de ânimo, ela sempre deverá ser para nossa edificação e, principalmente, para a exaltação do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, pois Ele é o único digno de todo louvor, honra e glória, e mais ninguém, como o senhor também o sabe muito bem. Logo, se a palavra deve ser para edificação, então ela deve fazer com que as pessoas enxerguem a vontade de Deus para as suas vidas, mesmo que as atitudes destas pessoas estejam sendo criticadas, e estas pessoas devem sempre, no mínimo, sair com a consciência do que Deus quer para a vida deles. Resumidamente, o púlpito da igreja NÃO é lugar para se “lavar roupa suja”, e sim para manifestar a Palavra de Deus e para glorificar somente a Ele. O senhor acha que, usando um espaço santo como este, como um servo de Deus, está glorificando a Deus, utilizando este espaço para outro fim? O senhor acha que está edificando alguma vida ao divulgar injúrias para com alguns irmãos em Cristo?

Em terceiro lugar, a rebeldia é um sentimento extremamente perigoso. 1 Samuel 15:23, na sua primeira parte, diz “Porque a rebelião é como o pecado de feitiçaria, e o porfiar é como iniqüidade e idolatria”. Sua atitude naquele púlpito dá a entender (mesmo que esta não tenha sido a sua intenção) que o senhor está incitando as multidões a se rebelarem contra aquelas pessoas que o senhor esculachou na frente delas. O senhor, no fim de sua pregação, disse que não queria que ninguém se rebelasse contra seu pastor, mas estas palavras passam vazias depois de ouvir o que o senhor disse antes, pois dá a entender que aquelas pessoas “canalhas” (conforme o senhor as chamou em sua pregação) estão erradas, conseqüentemente, não devem ser seguidas. Só a título de informação, gostaria que o senhor atentasse para o significado da palavra “canalha”:

“A plebe mais vil, gente desprezível, pessoa sem moral, desonesta; patife, infame, velhaco.”

É disso que o senhor está chamando a seu irmão em Cristo, pastor? Acha que Deus se agrada disso?

Em quarto e último lugar, o senhor falou de “SEU” ministério... Irmão, este ministério não é SEU, nem MEU, nem de sua igreja: seu ministério é do SENHOR! Somente Deus é que detém o poder sob nossos ministérios e somente Ele decide como ele será feito e quando este acabará. Não temos poder de decisão, irmão, neste sentido, pois somos apenas instrumentos nas mãos do Senhor e tudo o que fizermos deve ser claramente destinado à glória Dele. Ou seja, não há do que se gabar se o “seu” ministério está curando enfermos, restaurando vidas, etc., pois tudo isso é obra de Deus. O senhor NÃO tem esta capacidade, o Senhor que o tem. Nunca se esqueça disso, irmão, pois Deus nos dá dons para que cuidemos deles até que Ele volte e ele quer que nós demos frutos para Ele.

Concluindo, eu lhe peço que ore a Deus e pergunte a Ele (e, depois, a si mesmo) se suas atitudes realmente condizem com a vontade de Deus. Repito, não sou melhor que o senhor: mesmo que eu não cometa alguns destes erros, com certeza tenho meus pecados, os quais devo constantemente confessar ao Senhor e clamar pela Sua misericórdia. Eu falo tudo isso a você como seu semelhante, e não como alguém superior (ou inferior) à sua pessoa. Espero que o que eu escrevi sirva para sua edificação, conforme a vontade de Deus, pois não adianta escrever um texto extremamente bem detalhado e bem estruturado se Deus não o abençoar, pois terá sido em vão. Mais uma vez, paz do Senhor e Deus te abençoe!

3 comentários:

Pastoragente disse...

Paz, meu querido!!!
Poxa, eu fiquei muuuito feliz com seu comentário lá no Blog devido à relevância e inteligência (no post "A neurose do Feliz Ano Novo).
Claro, claro, claro que existe esse aspecto e foi muito importante vc fazer suas colocações.
Estou te seguindo porque achei seu blog muito bom.
Parabéns e que o Senhor te abençôe e te guarde.
AH,NÃO PRECISA PUBLICAR ESSE COMENTÁRIO - HEHE.

Eliane Alves disse...

olá amado!

Grata pela visita e participação no INSIGHT, que este continue sendo um intrumento de bençãos para sua vida.
Amei seu blog e que Deus te use grandemente para edificar esta geração.
fk na paz!

Walter Luís de Azevedo Sabino disse...

Obrigado pelos seus comentários! :)

Pastoragente, mesmo que vc não faça questão, publiquei seu post mesmo assim. Claro, se vc quiser, eu tiro, mas achei que seria bom eu publicar pra dar um brilho a mais ao meu blog.. :)

Obrigado pelo seu comentário, Eliane!

Paz do Senhor para vcs! :)